Showrunner de Arrow discorda dos fãs, e bate o pé sobre o final da série

Stephen Amell como Oliver Queen/Green Arrow e Emily Bett Rickards como Felicity Smoak em Arrow
Stephen Amell como Oliver Queen/Green Arrow e Emily Bett Rickards como Felicity Smoak em Arrow (Colin Bentley/The CW)

Quando Arrow apareceu na tela da TV americana em 2012, o público em geral não estava familiarizado com o personagem da DC Comics, ficando restrito aos fãs dos quadrinhos e animações da Warner Bros., porém o programa de se tornou um sucesso de público, agindo como uma espécie de abre-alas das séries de super-heróis que vieram depois com o nome de Arrowverse.

O programa chegou ao fim no início deste ano após oito temporadas no ar, mas seu último episódio deixou nos fãs a sensação de que a jornada do herói estava terminando de forma triste. Muitos deles, não acreditaram que Oliver Queen, interpretado por Stephen Amell se sacrificaria em prol da salvação de toda a humanidade durante a Crise das Infinitas Terras, e teria como finalização o próprio funeral.

O showrunner da série discorda dos admiradores da série neste quesito, e acredita que o enredo foi coerente do início ao fim. Em entrevista ao Inner Child Podcast da Literary Joe, Marc Guggenheim explicou que os produtores tomaram a decisão certa em manter no último episódio um clima sombrio como era de costume no programa.

“Eu sei que existem muitos fãs que realmente sentem que Oliver merecia um final feliz, e eu sinto que demos a ele a versão que condizia com a série. Arrow sempre foi um show muito sombrio. Eu acho que o programa prosperou na escuridão, e eu acho que essa é uma das razões pelas quais a ideia de que ele teria um final feliz e tradicional, onde ele pudesse ir ao pôr do sol com sua esposa e filha, parecia incongruente com o tom geral do show”, disparou ele.

O programa ganharia um spin-off chamado Green Arrow and The Canaries, focado em Mia (Katherine McNamara) filha do herói, que herdaria seu manto vinte anos após sua morte, e das Canários Negras, Dinah (Juliana Harkavy), e Laurel (Katie Cassidy). Os executivos embora não tenham descartado a atração, não bateram o martelo sobre sua permanência na grade.

ankara escort