Showrunner de Kidding fala sobre as mudanças da segunda temporada

Jim Carrey na série Kidding
Jim Carrey na série Kidding (Imagem: Divulgação)

A série Kidding, estrelada por Jim Carrey voltou ao ar neste domingo, 09 de fevereiro no canal Showtime, e mostrou as consequências para o protagonista Jeff, que ficou em colapso mental anteriormente devido ao trauma por perder um dos filhos. Mas o apresentador de um programa infantil de sucesso precisa continuar sua vida, e o criador da série, Dave Holstein falou um pouco sobre o trabalho de Carrey em entrevista ao TV Line.

“Jim é maravilhoso. É como trabalhar com Buster Keaton, pois você tem esse comediante físico incrivelmente talentoso que também pode lhe proporcionar uma performance dramática premiada. Jim representa grande parte da minha infância, para poder trabalhar não apenas com ele, mas construir para ele uma caixa de areia onde ele também pode fazer seu trabalho cômico e dramático… É algo realmente especial para mim poder dar a alguém que significou muito para minha educação criativa. Estamos no terceiro ano trabalhando juntos e é uma dinâmica alucinante poder cantar com ele, dançar com ele, fazer fantoches com ele, escrever piadas e fazer as pessoas chorarem”, explicou.

Uma das grandes confusões mentais de Jeff em Kidding é justamente lidar com o próprio pai que também atua como seu diretor e produtor executivo, exercendo muito poder sobre sua vida, mas o showrunner garante que isso vai mudar na segunda temporada.

“O relacionamento deles vai mudar. Na primeira temporada, você tinha um pai que precisava dar mais apoio ao filho, que só tinha poder sobre ele como pai e produtor executivo. Na segunda temporada, queríamos mudar drasticamente isso e tirar muito do poder de Seb para ver onde isso levaria sua dinâmica. Nós queríamos virar isso”.

A segunda temporada que está apenas começando terá novamente a participação especial da patinadora profissional Tata Lipinski, e também de Ariana Grande. “Temos um episódio musical muito especial no meio da temporada e Ariana teve a gentileza de emprestar sua voz. É um episódio bastante emocional e se a voz dela não quebrar o público ao meio, nada o fará. Colocamos algumas asas de Pickle nela e a ensinamos a voar”, disse Holstein animado.