Criador de Watchmen revela o que gostaria de fazer se trabalhasse na Marvel

Sucesso inesperado na HBO, a série Watchmen, chamou tanto a atenção que seu criador, já famoso por ter escrito séries como Lost e The Leftovers, quer explorar novas possibilidades em sua carreira. Damon Lindelof falou em entrevista que gostaria de trabalhar em algum projeto da Marvel, já que percebeu na empresa comandada pela Disney, essa necessidade de ser multiplataforma, e não apenas focar em produções cinematográficas.

“Acredito que trabalhar em algo do Universo Marvel, em qualquer coisa, seria potencialmente empolgante, especialmente agora que eles estão desenvolvendo projetos mais experimentais”, começou ele. “O material que vi de WandaVision, por exemplo, me dá a sensação de, ‘Ok, estamos indo para um lugar diferente.’ Especialmente no que diz respeito a TV”, explicou ele ao The Hunt.

WandaVision é a nova série do Disney Plus, com estreia prevista para dezembro em que a Feiticeira Escarlate (Elizabeth Olsen), protagonizará ao lado de Visão (Paul Bettany). Ao que tudo indica, será uma comédia, fato que já atraiu outras pessoas, como Tom Holland, que relatou o desejo de participar como Homem-Aranha.

Lindelof também revelou que adoraria fazer algo relacionado a Star Wars, mas não neste momento, sobretudo quando seu amigo, J.J. Abrams está sendo atacado pelos últimos filmes da franquia. “Em algum momento, não no futuro imediato, sinto que eu adoraria trabalhar na franquia Star Wars. Talvez em uma década, quando eu puder não ser culpado por arruiná-la”, disparou ele.

Recentemente Damon Lindelof falou em entrevista que não tinha uma ideia caso a HBO aprovasse Watchmen para uma segunda temporada. “Eu gostaria de ter uma ideia para a segunda temporada de Watchmen, e realmente gostaria que tivesse uma segunda temporada de Watchmen. Colocamos tudo em jogo na primeira temporada”.

“E então, poderia haver uma segunda temporada de Watchmen? Pessoalmente, espero que sim, mas acho que não deveria existir simplesmente porque as pessoas gostaram da primeira temporada”, continuou o showrunner avesso à cultura de novas temporadas que surgem sem enredo.

 

Comentários