Showrunner de Watchmen explica a origem da história do Hooded Justice

Hooded Justice em Watchmen (Divulgação / HBO)
Hooded Justice em Watchmen (Divulgação / HBO)

A série Watchmen, da HBO, trouxe uma história tão icônica quanto a dos quadrinhos. A trama mostrada pelo showrunner Damon Lindelof explorou questões relacionadas ao racismo e acompanhou a história da detetive de Tulsa, Angela Abar, que foi interpretada por Regina King. Contudo, uma das maiores reviravoltas da série vem do misterioso herói Hooded Justice.

Nos quadrinhos, o personagem nunca revelou sua verdadeira identidade, mas na série de TV, foi revelado que Hooded Justice é Will Reeves, o avô de Angela, um homem negro que havia escapado do Massacre de Tulsa em 1921, e de acordo com Lindelof, a origem dessa grande virada vem do motivo de Hooded Justice nunca ter revelado seu verdadeiro rosto.

O lançamento em Blu-Ray de Watchmen está cada vez mais próximo, e o site Comic Book entrevistou Damon Lindelof, que falou sobre por que explorou a jornada do Hooded Justice. O showrunner disse: “O universo Watchmen realmente diverge com a aparência de Hooded Justice. Ele é a primeira coisa que aconteceu diferente do mundo que todos conhecemos historicamente falando”.

E continuou: “Eu meio que fiquei obcecado com esse personagem desde que li Watchmen original. Foi um mistério que nunca foi realmente revelado. Fiquei me perguntando por que, quando todos os outros Minutemen tinham nomes, todos eles eles sabiam quem eram os outros. Eles viram quem estava sob o capuz e sob a máscara. Por que Hooded Justice continuou a esconder sua identidade? Até os outros membros dos Minutemen não sabiam quem ele era. Eu sindo que é por causa que um homem negro estava escondendo sua identidade porque as pessoas não aceitariam um vigilante branco ou um vingador fantasiado de branco. Essa ideia simplesmente ficou”.

Ele explicou ainda que a ideia veio junto com a descoberta do Massacre de Tulsa em 1921, criando finalmente a ideia de que é aquele momento brutal da história americana que cria fundamentalmente o Hooded Justice. “Para o seu ponto de vista sobre a diversidade e a inclusão de reconhecer que eu sou um homem branco, eu não vou poder contar essa história com um grau real de autenticidade até que eu a) me educar, mas b) permitir que outros o digam”, disse Lindelof. “Não é sobre eles me dizerem como contar. Eu tenho que criar uma plataforma para eles contarem. Isso meio que combinado com a minha recente descoberta do massacre de Greenwood em 1921, a negra Wall Street e isso tinha a sensação de que era a linguagem dos quadrinhos”.

Ele finalizou: “Você está se referindo ao documentário da Hooded Justice, muito especificamente Krypton, uma história que começa com um super-heróis se tornando orfão após a destruição de seu mundo e tudo o que conhece. De repente, me perguntei se havia uma maneira de Tulsa ser o ponto da história mais estimulante e essencial de toda a temporada para dizer essencialmente: Tulsa é o que cria o Hooded Justice. Hooded Justice é o que cria justificativa para usar máscaras na América. Agora, estamos quase um século depois, e é hora de essa dívida ser paga. Esses eram todos os tipos de blocos de construção fundamentais que estavam girando ao redor quando começamos a montar o show.”