Showrunners de Game of Thrones contam por que nunca usaram Lady Stoneheart, dos livros

Catelyn Stark durante o casamento vermelho de Game of Thrones
Catelyn Stark durante o casamento vermelho de Game of Thrones (Divulgação/ HBO)

A série Game of Thrones teve momentos memoráveis, mas alguns que deixaram a desejar principalmente por quem leu os livros e gostaria de ver na série personagens que nunca apareceram por lá. Um dos eventos mais catastróficos do show foi o casamento vermelho na terceira temporada, marcado por um banho de sangue e culminou na morte de Catelyn Stark, a matriarca daquele clã. Muitos fãs acreditaram que assim como nas páginas, os produtores a trariam de volta na pele de Lady Stoneheart, o que não aconteceu.

No novo livro Fire Cannot Kill a Dragon, os showrunners David Benioff e DB Weiss detalham que houve uma série de razões pelas quais eles escolheram evitar esse enredo, todos difíceis de ignorar, mesmo que desapontassem os espectadores. Um fator para essa decisão foi não potencialmente interferir nos planos de Martin para Lady Stoneheart nos livros. Benioff chegou a dizer em entrevista para a revista Entertaiment Weekly: “Parte da razão pela qual não queríamos incluir tinha a ver com coisas que surgiriam nos livros de George que não queremos dar spoiler [colocando-os na série]”.

Como a morte de Jon Snow junto com Patrulha da Noite já estava planejada, assim como o plano de trazê-lo de volta, os produtores, acreditaram que ter uma outra narrativa de ressurreição na série, iria sobrecarregar os telespectadores. “Sabíamos que tínhamos a ressurreição de Jon Snow chegando”, explicou Benioff. “Muitas ressurreições começam a diminuir o impacto de personagens morrendo. Queríamos manter nossa pólvora seca para isso.”

Vários personagens morreram durante o casamento vermelho, mas segundo os produtores, caso, Lady Stoneheart tivesse aparecido, não haveria o mesmo impacto. “O último momento de Catelyn foi tão fantástico, e Michelle [Fairley] é uma ótima atriz, trazê-la de volta como um zumbi que não fala parecia uma perda de valor”, admitiu Benioff. Martin, o autor dos livros por sua vez, acreditava que essa era uma parte importante de ser contada na série. “Lady Stoneheart tem um papel importante nos livros. Quer seja suficiente ou interessante. Eu acho que é, ou eu não a teria colocado. Uma das coisas que eu queria mostrar com ela é que a morte que ela sofreu muda você”, disparou.