Simon Pegg revela como se sentiu quando J. J. Abrams ofereceu a ele um papel em Star Trek

Simon Pegg (Divulgação)

Em uma recente reportagem da Vanity Fair, Simon Pegg, que interpretou Montgomery “Scotty” Scott na reinicialização de 2009 da Star Trek, revelou que ficou um tanto irritado em como J. J. Abrams o convidou para participar do filme. Pegg contou que se sentiu desanimado ao receber o convite repentinamente e o quanto Abrams era franco e casual.

“Peguei um avião, um voo de Nova York de volta a Londres, abri meu telefone e havia um e-mail de J. J., e ele dizia: ‘Você quer interpretar Scotty?’ E fiquei quase irritado com isso. A tenacidade disso me irritou”, lembrou Simon Peggy. “Porque você não pode simplesmente jogar a bola na minha quadra assim e espera que eu jogue de volta. Preciso de um tempo para pensar sobre isso. Mas é claro, três ou quatro dias depois, eu fiquei tipo ‘Sim, claro ! Mas parecia que ele estava me entregando essa grande oportunidade, e eu queria jantar e um filme”.

Pegg disse que Abrams melhorou seu jeito de fazer convites para filmes, e percebeu isso quando o diretor ofereceu um papel em Star Wars: O Despertar da Força, de 2015. “Estranhamente, quando ele me ofereceu o papel em Guerra nas Estrelas, ele me levou para jantar e me ofereceu o papel durante o jantar. Então, ele está aprendendo”, contou Peggy.

Em uma entrevista anterior Simon Pegg relatou que Star Trek funciona melhor como uma série de TV do que como filme. O ator participou também de Além da Escuridão – Star Trek e Star Trek: Sem Fronteiras. Na entrevista, o ator ainda revelou certo receio retornar para a franquia por conta da morte de Anton Yelchin, que interpretou Pavel Chekov, pois seria difícil não vê-lo junto ao elenco novamente. Contudo, ele ainda contou que mantém contato com a maior parte do elenco. “Se disserem: ‘Gostaríamos de fazer outro filme’, tenho certeza de que todos vamos ter a chance. Sinto falta desses caras e adoro fazer esses filmes. Mas simplesmente não sei”, disse Pegg.