Snyder Cut de Liga da Justiça terá orçamento milionário para filmagem de novas cenas

Ben Affleck, Gal Gadot e Zack Snyder em filmagens de Liga da Justiça
Ben Affleck, Gal Gadot e Zack Snyder em filmagens de Liga da Justiça (Reprodução/ Youtube)

O filme Liga da Justiça ainda continua dando o que falar, mas desta vez não é o original lançado em 2017, e sim a versão do diretor Zack Snyder, chamada pelos fãs de Snyder Cut. Enquanto Henry Cavill disse que não foi chamado para gravar nenhuma nova cena do projeto, o site The Wrap, publicou que as declarações do ator são para despistar a imprensa e que o filme já teria até um valor milionário para que as novas cenas pudessem acontecer. Cerca de 70 milhões de dólares. A título de comparação, o filme Coringa que faturou mais de 1 bilhão em bilheterias, custou apenas 55 milhões ao estúdio.

Nesse valor estariam inclusas não só as novas tomadas, mas todo o montante aplicado em edição do material completo além de inserção de efeitos especiais. Segundo a matéria, o elenco do filme que além de Cavill, inclui Gal Gadot, Ben Affleck, Ray Fisher, Ezra Miller e Jason Momoa devem se reunir nas próximas semanas, embora ainda não se sabe se as cenas filmadas serão regravações de algo já feito anteriormente, ou novos takes que possam se unir aos antigos na edição para contar a história.

O Snyder Cut, que recebeu o título oficial de Director’s Cut of Justice League, será lançado no HBO Max, novo serviço de streaming da Warner Media no ano que vem após quase dois anos de uma campanha capitaneada pelos fãs após o afastamento do diretor Zack Snyder em decorrência do suicídio de sua filha em 2017. Na ocasião, ele foi substituído pelo diretor Joss Whedon, que dirigiu os dois primeiros Vingadores, e que criou um clima de insatisfação que vem se reverberando até os dias atuais. Ray Fisher é quem encabeça as denúncias contra o Whedon o acusando de ter um comportamento abusivo e anti-profissional, com outros profissionais do cinema endossando o discurso.