Sobrinho de Michael Jackson faz revelação envolvendo o astro e a Marvel Comics

Marvel
Logo da Marvel (Reprodução/Facebook – Marvel)

Você sabia que Michael Jackson já tentou comprar a Marvel Comics? A revelação foi feita por Taj Jackson, sobrinho do astro do pop no Popcorn Planet, programa do Youtube. Segundo o músico de 46 anos, ele se lembra claramente de conversas entre o tio e Stan Lee nos anos 90, quando a editora passava por seu pior momento e estava à beira da falência. Taj, disse ainda que Michael tinha uma verdadeira obsessão pelo Homem-Aranha.

“Ele era um grande fã do Homem-Aranha e da Marvel. Ele conhecia todos os personagens. Então não apenas queria comprar o Homem-Aranha, ele provavelmente também queria ser o Homem-Aranha”, brincou ele dizendo que seria bem possível que o cantor quisesse interpretar o personagem em uma futura adaptação para os cinemas.

Nos anos 90, Michael Jackson já não estava tão no auge, tinha perdido grande parte de sua fortuna, além de enfrentar acusações fortíssimas de assédio sexual, envolvendo crianças, o que pode ter pesado de forma negativa para que ele fechasse o acordo e adquirisse a Marvel.

“Eu lembro dele com os meus irmãos conversando sobre comparar a Marvel. Ele queria resolver isso com o Stan Lee. Eles conversaram e discutiram sobre isso. Infelizmente não aconteceu, acho que as conversas foram logo encerradas. Não sei quais foram os motivos, mas eles foram muito firmes nessa decisão”, lembrou Taj.

Pelo que conhecia do tio, Taj disse que possivelmente ele adoraria ter visto todo o legado que a empresa construiu nos cinemas, caso não tivesse falecido em 2009. “Ele teria ficado muito empolgado. Ele era muito fã de cinema e acho que veria isso tudo como a coisa mais incrível já feita, com todos esses personagens reunidos”. Depois da crise nos anos 90, a Marvel deu a volta por cima em meados de 2000, e acabou sendo comprada pela Disney pelo valor de 4 milhões de dólares (algo em torno de 22 milhões de reais). Já os filmes baseados em personagens dos quadrinhos já renderam para a Casa do Mickey Mouse cerca de 22 bilhões de dólares (ou 119 milhões de reais).