Sonic vai mudar nos cinemas, pois o mundo odiou aquela porcaria

Poucas vezes testemunhamos uma reação tão negativa a um personagem de CGI como aconteceu com o quase literal apedrejamento virtual que a versão do Sonic feita para o filme da Paramount. Na verdade, o personagem já era alvo de críticas duríssimas nos renders vazados, pois a tentativa de “humanizar o CGI” (sei lá o que isso significa) claramente fracassou aos olhos dos fãs do personagem do jogo de videogame.

Porém, foi quando o primeiro trailer oficial do filme chegou ao mundo é que o ódio coletivo ganhou proporções estratosféricas. É preciso lembrar que os fãs do jogo Sonic the Hedgehog acompanham esse personagem desde 1991 (ano do lançamento do primeiro jogo), e já brigaram antes por causa das modificações de design estabelecidas pela própria SEGA, dona do personagem.

Diante de tantas reclamações, Jeff Fowler, diretor de Sonic – O Filme, se pronunciou e afirmou que vai mudar o design do personagem para a versão final do filme, e reforçou que tanto a Paramount como a SEGA estão “completamente comprometidas” em oferecer ao mundo a melhor imagem possível para esse personagem.

 

 

“Mudar rapidamente”? Sei…

 

 

O que não inspira muita confiança nessa fala é o detalhe de “corrigir rapidamente” o design do personagem, pois o filme deveria estrear em novembro. O mais lógico depois de uma decisão como essa é adiar esse lançamento, para que os profissionais envolvidos no processo possam realizar o seu trabalho com calma. Caso contrário, não será surpresa para ninguém que a aparência final do personagem fique ainda pior do que a atual.

Além disso, o que realmente chamou a atenção até agora é o design ruim do personagem, uma vez que o primeiro trailer deixa transparecer um filme fraco em todos os sentidos, especialmente na sua trama. E essa estratégia que reina em reduzir o orçamento destinado aos efeitos visuais ou transferir essa responsabilidade para terceiros já está deixando consequências graves.

Vamos esperar. Mas o cheiro de arroz queimado já está no ar.

 

https://youtu.be/uaca4pVS-nM