Sony atrasa Pedro Coelho 2 por causa do coronavírus; saiba nova data

Pôster de Pedro Coelho 2 O Fugitivo (Divulgação)

Se engana quem pensa que todo o planejamento de um filme é algo fácil. Pedro Coelho 2 por exemplo já tinha todo um cronograma definido: seria lançado em 19 de março na Austrália, em 26 de março na Alemanha, Portugal e Ucrânia, 27 de março no Reino Unido, Irlanda e Suécia, e em 3 de abril lançaria internacionalmente nos demais mercados. Mas a estratégia foi toda por água abaixo e sua estreia foi adiada em cinco meses.

Os cinemas receberam na última segunda-feira, 09 de março um comunicado da Sony Pictures avisando que o lançamento seria modificado para o meio do ano, com distribuição internacional para 7 de agosto. A data foi alterada por conta do coronavírus, que está fazendo vários estúdios cancelarem eventos e adiarem seus lançamentos.

007: Sem Tempo Para Morrer por exemplo foi adiado de abril para novembro, e existe a especulação que o mesmo acontecerá com Viúva Negra, já Mulan, que teve sua pré-estreia no último fim de semana nos Estados Unidos, ainda não tem data prevista de lançamento em mercados como China e Itália.

A medida tomada em cima da hora é uma proteção da Sony para evitar perder público num momento de histeria por conta do vírus mortal, já que o primeiro filme do coelho arrecadou 235 milhões de dólares nos Estados Unidos, e 351 milhões de dólares internacionalmente, ou seja, a expectativa de lucros com o longa é altíssima. O estúdio também unificou a data de todos os mercados para 7 de agosto para evitar a pirataria.

Enquanto as bilheterias dos EUA e do Reino Unido, os dois principais territórios dos filmes, resistiram à tempestade de coronavírus até o momento, os mercados asiáticos e europeus estão sofrendo um impacto dramático, à medida que as autoridades tentam conter a propagação do vírus.

A Itália, por exemplo, registrou seu menor fim de semana de bilheteria da história na última vez, e nesta semana o país fechou todos os seus cinemas até pelo menos 3 de abril. Outras nações foram afetadas de maneira semelhante e parece que medidas de contenção mais extremas seguirão terno nas próximas semanas. Hoje, a Áustria e a República Tcheca proibiram reuniões públicas internas de mais de 100 pessoas.

bostancı escort