Star Wars: como Liam Neeson se lembra de Ameaça Fantasma?

Cena de Star Wars: A Ameaça Fantasma (Reprodução / LucasFilm)
Cena de Star Wars: A Ameaça Fantasma (Reprodução / LucasFilm)

Na segunda-feira (14), Liam Neeson de uma entrevista para o programa de Rádio SiriusXM, onde conversou com o entrevistador Andy Cohen sobre sua passagem na franquia Guerra nas Estrelas. Neeson interpretou o Jedi Qui-Gon Jinn e ele disse que está orgulhoso de ter participado de Star Wars: A Ameaça Fantasma apesar da reação negativa do público quanto ao filme.

Liam Neeson disse: “Gosto do filme. Tenho orgulho dele e orgulho de ter feito parte dele. Eu tenho que ser um Jedi. Eu pude brincar com aqueles sabres de luz maravilhosos e outras coisas. Foi ótimo, Andy, realmente foi”.

Star Wars: A Ameaça Fantasma foi lançado em 1999 e teve direção de George Lucas, criador da franquia Guerra nas Estrelas. O longa metragem arrecadou US$ 1,027 bilhão em bilheteria mundial, conquistando no Rotten Tomatoes 53% de aprovação da crítica e 59% de aprovação do público. O elenco contou com Natalie Portman, Jake Lloyd, Ahmed Best e Ewan McGregor.

 Liam Neeson lembra críticas a colega

Na mesma entrevista, Liam Neeson ainda comentou o quanto ficou angustiado em como os e fãs e críticos atacaram Ahmed Best, que interpretou Jar Jar Binks em A Ameaça Fantasma. Neeson pontuou: “Ele recebeu muitas críticas, quero dizer, ao ponto em que realmente prejudicou sua carreira”.

Neeson continuou: “E eu tenho que dizer quando eu estava fazendo aquele filme … ele era provavelmente um dos caras mais engraçados e talentosos com quem já trabalhei”. O ator ficou impressionado com Best e comentou com seu empresário sobre ele ser o próximo Eddie Murphy. “E ainda acredito nisso”, finalizou.

Há alguns anos, Ahmed Best revelou que foi tão torturado pelo papel que pensou em suicídio. Felizmente, ele foi recebido no fandom de Star Wars de braços abertos. Neeson mencionou que em uma convenção recente que Best compareceu, a multidão enlouqueceu pelo ator, o que resultou em Best ficar dominado pela emoção.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.