Stranger Things: Maya Hawke conta detalhes sobre primeira personagem gay da série

"Stranger Things"
“Stranger Things”(Imagem: Divulgação/Netflix)

A nova temporada de Stranger Things trouxe muitas novidades, entre elas Robin, a primeira personagem abertamente lésbica vivida por Maya Thurman Hawke. A revelação foi feita de forma inusitada e agradou o público, mostrando que a série tem se preocupado em ser mais inclusiva. Em nova entrevista, a atriz comenta sobre a importância da decisão. O texto a seguir contém spoilers.   

Com sobrenomes de peso – Maya é filha dos atores Uma Thurman e Ethan Hawke – a responsabilidade de interpretar a primeira personagem assumidamente gay de uma série de imenso sucesso como Stranger Things se torna ainda maior. “A série tem um alcance tão grande e tantas pessoas no meio do país assistem. Mesmo um gesto pequeno como ter uma personagem gay se torna algo grandioso”, afirmou ela ao THR. Interessante também foi a forma escolhida para introduzi-la: fazendo o público acreditar que Robin era apaixonada por Steve (Joe Keery), para que só então fosse revelado que ela na verdade sempre gostou de uma outra colega de classe. A jovem começa a série como uma pessoa fechada, difícil de decifrar, e aos poucos acaba se abrindo. Ela sente como se não se enquadrasse, como a estranha. Ela é gay, e ninguém sabe. Mas quanto mais envolvida com esse mistério, mais ela se torna confortável na própria pele, explicou Maya.

Futuro

É importante lembrar que há ainda outro personagem potencialmente LGBTQ em Hawkins, Will Byers (Noah Schnapp). Pistas sobre a sua sexualidade têm sido espalhadas aqui e ali desde a primeira temporada, e muitos fãs estão na expectativa de que ele seja o próximo a se assumir. De qualquer forma, a presença de Robin é um grande passo na direção certa, e mostra a evolução da série como um todo. “É algo incrível o que os irmãos Duffer fizeram, parando o show inteiro – no meio de uma cena de ação – para uma conversa de 7 minutos entre duas pessoas que se importam uma com a outra. Me sinto muito sortuda de ter podido interpretar isso”, finalizou Maya.  

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort