Daniel Craig
Daniel Craig em 007 (Reprodução/YouTube – Movie Trailers Source)

O novo filme do agente secreto 007, o James Bond, chamado de 007: Sem Tempo Para Morrer, passou por mais uma situação inusitada. Gravações do longa foram confundidas com um ataque terrorista e acabaram gerando uma enorme confusão. A informação foi divulgada pelo jornal The Sun, que explicou a situação.

Segundo o veículo de notícias, as filmagens de uma das cenas acabaram gerando um grande susto em locais próximos do set que havia sido separado para a locação, na base aérea do exército britânico, no condado de Oxfordshire. As gravações tiveram de ser interrompidas e 400 pessoas foram evacuadas da área quando houve uma denúncia de que se tratava de um atentado terrorista.

De acordo com o The Sun, as autoridades locais permitiram as gravações, mas não sabiam que a cena iria trazer uma van cheia de explosivos. O veículo foi confundido com um carro-bomba, o que deu origem à denúncia de ataque terrorista e culminou na confusão.

Tudo não passou de um mal-entendido, mas a base militar acabou sendo fechada e as filmagens foram temporariamente suspensas mesmo com a informação de que havia sido um engano.

Recentemente, o ator Daniel Craig agradeceu à equipe de produção e a todos os atores que participaram do longa. “Vocês todos fizeram um trabalho incrível. Não podia estar mais orgulhoso do trabalho de cada um de vocês. Quero agradecer Barbara Broccoli [produtora] por colocar tudo em movimento. Graças a Deus, nós conseguimos”, disse o ator.

Com as filmagens se encerrando, fica livre o caminho para o trabalho da pós-produção e para o lançamento do longa. A data de estreia está prevista para o dia 3 de abril de 2020 no Reino Unido e, em seguida, para o dia 8 de abril de 2020 nos Estados Unidos. A direção fica a cargo de Cary Fukunaga.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui