Tarantino fora da franquia Star Trek? O lendário diretor explica

Quentin Tarantino
Quentin Tarantino (Imagem: Divulgação)

A ideia de ter Quentin Tarantino dirigindo um filme da franquia Star Trek deixou muitos fãs confusos, e com razão. Mas convenhamos que o mesmo aconteceu com o anúncio de Todd Phillips no comando de Coringa e já sabemos qual foi o resultado: sucesso e aclamação. Portanto, estávamos dispostos a oferecer ao criador de Kill Bill o benefício da dúvida.

Infelizmente segundo seus comentários em uma recente entrevista os planos parecem ter mudado. Depois de convencer J.J Abrams e sua Bad Robbot a produzir uma versão para maiores do universo e dos personagens amados há gerações, Tarantino pode abandonar a ideia de explorar Star Trek como seu décimo filme e partir para algo menor.

Eu acho que estou me desviando de Star Trek”, começou explicando ao Consequence of Sound, admitindo que ainda não teve nenhuma conversa oficial com o estúdio Paramount Pictures sobre o projeto. Algo bem diferente do afirmado ao /Film alguns meses atrás, quando sua participação era uma “grande possibilidade”.

Legado

Segundo Quentin, a ideia de fechar o círculo com algo bem menor, como seus primeiros filmes, é atraente: “Uma das coisas que [Era Uma Vez Em Hollywood] me fez perceber, é que há um acúmulo da minha carreira, dos seus interesses e da minha filmografia. Esse é o clímax, então eu consigo ver meu décimo filme provavelmente sendo algo bem menor”.

Vale lembrar que Mark L. Smith, roteirista de O Regresso, já havia sido escalado para co-escrever o novo filme, e que assim que a campanha promocional de Era Uma Vez chegasse ao film Tarantino iria se dedicar à finalizá-lo. Se a desistência é algo permanente ou não, só o tempo dirá, mas por enquanto o diretor admite que ainda não pensou em nada que possa servir como substituto.

De certa forma sinto como isso tivesse me libertado. Quer dizer eu não tenho a menor ideia de qual será a história do próximo filme, nenhuma mesmo. Eu posso acabar com uma ideia bem grande, mas agora, fazer algo menor é o que tem sido interessante para mim”, finalizou.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.