Tenet: Chefe da Warner Bros. fala sobre possível lançamento do filme no streaming

Elenco de Tenet (Imagem: Entertainment Weekly)

Depois que um lançamento fora do território estadunidense aconteceu com Tenet, novo filme de Christopher Nolan, levando à bilheteria de 53 milhões de dólares em uma semana, o filme estreará em partes do país neste fim de semana. Ann Sarnoff, CEO da Warner Bros. convocou uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, 03 de setembro, para falar sobre isso, e acabou sendo pega de surpresa com a notícia de que supostamente Robert Pattinson teria contraído Covid-19 fazendo com que toda a produção fosse paralisada, e atrasasse novamente.

Embora não quisesse comentar sobre isso para manter a privacidade dos atores, ela acabou falando que acredita que no meio de uma pandemia não esperava que eles fossem se ver livres de problemas na empresa. “Acho que nunca esperamos que as coisas corressem completamente bem. Na verdade, à medida que preparamos nossos protocolos, criamos contingências. Se alguém der positivo, você faz o rastreamento de contato, faz uma pausa, avalia e volta quando pode. Acho que seria ingênuo pensar que não teríamos certos cases em certas produções. O mais importante é estar pronto para quando isso acontecer. E estávamos muito prontos”, explicou.

Questionada sobre um possível retorno das produções de forma normalizada, Sarnoff foi realista, e explicou que não enxergava isso acontecendo tão cedo, conforme publicou o The Hollywood Reporter: “Não vejo as coisas mudando até que haja uma solução médica, a menos que alcancemos a imunidade coletiva de alguma forma. Em vez disso, estamos apenas procedendo como se não houvesse e retomando a produção com a maior segurança possível”.

Ela disse ainda que não entende a estratégia da Disney de lançar Mulan em Video On Demand nos Estados Unidos, e nos cinemas fora de lá, mas torce para qualquer um que esteja se esforçando no meio do caos, porém, descartou completamente a ideia de fazer o mesmo com Tenet. “Não. É um filme notável, cinematográfico e bonito. É tão impactante. É um filme destinado ao grande ecrã. Estou muito orgulhoso de nossa abordagem. Muitas pessoas estão empurrando coisas para o próximo ano. Tenet absolutamente merece ser visto nos cinemas”.