Teoria sobre Stranger Things diz que [descubra] será nova vítima

Stranger Things
Cena de trailer da 3ª temporada de Stranger Things (Reprodução/YouTube – Netflix)

Continuam as especulações sobre a série Stranger Things. Com a renovação da trama para a quarta temporada, os burburinhos aumentaram. Agora, um novo rumor surgiu e, se confirmado, pode indicar um arco diferente no novo ciclo da trama, trazendo uma próxima vítima para o enredo. O rumor foi apresentado por um usuário do Reddit e acabou sendo aceito por muitos outros usuários, espectadores da série, que compartilharam da ideia.

A nova teoria volta à primeira temporada e aponta Nancy (vivida pela atriz Natalia Dyer) como a próxima vítima de Stranger Things. Foi relembrada uma história no primeiro ciclo da série, guiando agora para a suposta morte de Nancy e trazendo-a como um divisor de águas para os novos acontecimentos.

Segundo o usuário do Reddit que fez a reflexão ao voltar à primeira temporada, a morte de Nancy acontecendo agora, mesmo se referindo a um pequeno entorno da série, acabaria por interferir em personagens principais.

Como a personagem de Dyer está próxima do elenco central da série, sua morte iria desempenhar um papel importante agora. O usuário do Reddit aponta que a morte de Nancy estabeleceria uma aproximação entre Mike (vivido pelo ator Finn Wolfhard) e Max (de Sadie Sink), além de fazer com que Sra. Wheeler (feita pela atriz Cara Buono) acordasse para o Mundo Invertido.

“Se Nancy morrer, Mike e Max perderão irmãos, o que aumentaria o vínculo que eles poderiam estar desenvolvendo na quarta temporada. É uma coisa terrível, mas isso desenvolveria seus personagens”, diz o usuário do Reddit, que também justificou a morte de Nancy por outro caminho.

“Sim, eles mataram Billy e Bob, mas eram personagens que não conhecíamos desde a primeira temporada. E, sim, eles mataram Hopper, mas, até que um corpo seja visto, ele não está morto. É hora de matar um personagem que conhecemos e amamos desde a primeira temporada e, infelizmente, como visto, ela é a mais dispensável”, explicou.