Testemunha no processo diz que Johnny Depp o questionou sobre cocô na cama

Johnny Depp e Amber Heard travam batalha (Imagem: Reprodução)

Quanto mais acontecimentos surgem, mais enrolado parece o julgamento de Johnny Depp, assim como sua história com Amber Heard. O ator está processando o jornal The Sun por tê-lo chamado de espancador de mulheres no título de uma matéria, e a o veículo está reunindo provas para provar que não mentiu a respeito. Isso fez com que histórias absurdas fossem ouvidas, e vistas através de fotos diante de todo o mundo, como é o caso do cocô encontrado pelo astro de Piratas do Caribe em sua cama.

Segundo ele, Amber Heard e suas amigas defecaram em sua cama como forma de fazer uma ‘brincadeira de mau gosto’, na noite da festa de aniversário de 30 anos da atriz, em abril de 2016. Mas claro, isso pegou super mal e fez até com que uma das funcionárias da casa fotografasse a ‘obra de arte’ na cama, e fosse reclamar com o ator. Na última semana, os advogados do caso questionaram o escritor iO Tillett Wright sobre o assunto depois que boatos teriam surgido sobre uma discussão de Depp com ele a esse respeito.

“Esse foi o começo da conversa”, relatou ele que é amigo da atriz de Aquaman, e disse que estava no Brooklin quando recebeu um telefonema do casal, com Depp perguntando se ele havia feito o cocô na cama mais ou menos um mês depois do ocorrido. Wright explicou que ele parecia alterado, e logo depois ouviu quando eles começaram a discutir e a ligação caiu, fazendo com que ele tomasse a atitude de ligar para a polícia.

A polícia revelou que quando atendeu ao chamado naquele dia, não encontrou nenhum dano no apartamento, embora Heard tenha afirmado que Depp lhe bateu, e atirou uma garrafa nela durante a discussão. Segundo o ator em um depoimento anterior, as fezes humanas na cama foram a gota d´água em um casamento que já não ia bem.