The Boys: afinal, Becca e Billy vão ficar juntos? Atriz palpita!

Becca (Shantel VanSanten) em The Boys
Becca (Shantel VanSanten) em The Boys (Reprodução)

O quarto episódio da segunda temporada de The Boys, disponibilizado na última sexta-feira, 11 de setembro pela Prime Video, mostrou o aguardado encontro entre Billy Bruto (Karl Urban) e Becca (Shantel VanSanten), a esposa que ele acreditou que estivesse morta. Mas as coisas não saíram como esperado, e após uma noite de amor ela simplesmente pediu que ele se afastasse. Em uma nova entrevista, a atriz explica se ainda existe chance para os dois personagens ficarem juntos.

“Não posso dizer que Becca o mandou embora na esperança de nunca mais vê-lo”, disse a atriz ao site TV Line. “Ela fez isso porque pensa que é o melhor para todos. Mas também acho que há uma parte dela que ora e espera que ele continue lutando e a encontre novamente, para que eles possam passar por tudo isso. Mas, naquele momento, ela simplesmente não sabia como tudo iria funcionar. Eles vão viver suas vidas fugindo e se escondendo? Que tipo de vida seria para Ryan? E o que ela teria a dizer a ele se eles saíssem dessa bolha em que vivem, e aqui está o mundo, e como isso o mudaria? É assim que ela o mantém seguro e, no final do dia, essa é uma responsabilidade dela. E para ser honesta, se ela não fizer isso, como vai superar o que Capitão Pátria fez com ela?”.

O dilema de Becca em The Boys

Na série, Capitão Pátria (Antony Starr), considerado o maior super-herói do mundo, estuprou Becca, que trabalha na empresa que contrata os heróis. Durante toda a primeira temporada, Billy jurou vingança contra os super acreditando que a mulher havia sido assassinada por Pátria que queria proteger o segredo, mas descobriu que ela está sendo mantida viva, criando o filho, Ryan, que é fruto da violência, num lugar completamente controlado. Ao propor que fugissem juntos, ela topou num primeiro momento, e voltou atrás ao perceber que o ex-marido, poderia querer matar o filho.

Becca está criando Ryan tirando dele o desejo de crescer com os poderes herdados de Pátria, que insiste em aparecer o tempo todo em sua casa, lhe causando terror.  “Foi tão complicado interpretar isso, porque, no fundo da minha cabeça, tudo que eu conseguia pensar era que ela teria que morar com um homem que a estuprou, e a qualquer momento, isso já é uma ameaça. Ele sempre pode pegar e fazer o que quiser. Ele tem superpoderes e ela não. Então ela tem que jogar em um nível emocional/ mental. Ela tem que encontrar maneiras de ser mais esperta ou apelar para suas emoções, apelar para as partes dele que acredita que são fracas, o que é uma coisa interessante, porque pensamos que os lados humanos dos supers são fracos quando eles têm sentimentos” disse a atriz sobre a forma que acredita que a personagem irá lutar contra o malvado.