The Boys: Tomer Capon fez pedido inusitado a showrunner ao saber que Francês teria flashback

Karl Urban, Tomer Capon, Laz Alonso e Jack Quaid em cena de The Boys
Karl Urban, Tomer Capon, Laz Alonso e Jack Quaid em cena de The Boys (Divulgação/ Amazon)

O sexto episódio de The Boys está dando o que falar não só por causa da presença de Linguiça do Amor -personagem introduzido na série e que tem o poder de atacar os inimigos com seu pênis gigante – mas pela história pregressa de Francês (Tomer Capon). O personagem que vem conquistando os espectadores por causa de sua queda por Kimiko (Karen Fukuhara), também tem uma triste história de vida envolvendo os super-heróis da Vought. O ator revelou em entrevista ao site TV Guide, que ficou extasiado ao ler o roteiro e perceber que o personagem ganharia flashbacks.

“Lembro-me de surtar quando li o episódio. Eu estava muito feliz pelo Francês. Imediatamente, uma imagem me veio à mente de quando filmamos a primeira temporada. Nos quadrinhos, a história passada do personagem é maluca, é como se o pai dele fosse morto por uma baguete. Me lembrei de uma imagem do flashback nos quadrinhos, e Francês tinha cabelo loiro. Quando li que na série eu teria flashbacks fui até o Eric Kripke [showrunner] e perguntei se podia mudar meu cabelo também, então essa foi a primeira coisa que me deixou animado. Acredito que diferente dos quadrinhos, o tom da série é mais realista, e mais traumático, e claro, mais eficaz para o mundo de The Boys”.

Capon diz que se encantou com a esperteza e o planejamento de enredo do showrunner: “Quando filmamos a primeira temporada, recebemos algumas dicas sobre o passado dos personagens, como uma leve insinuação sobre o que tinha acontecido com os netos de Mallory, mas nada era específico. Quando perguntamos a Kripke, ele tinha todas as respostas. Ele já sabia o que estava fazendo e para onde levar esses personagens, então desde aquela época já estava borbulhando em mim a experiência, o trauma de assumir a responsabilidade, e sentir vergonha. Francês está procurando redenção, porque ele estava no mesmo inferno que Facho de Luz. Embora sejam heróis, The Boys fala muito sobre a percepção humana”.