The Flash: Carlos Valdes revela que decisão de Cisco terá consequências

Cisco (Ramon Valdes) em The Flash (Imagem: Reprodução)

Em The Flash, Cisco (Carlos Valdes) era um rapaz normal que trabalhava no laboratório Star, até descobrir que tinha sido afetado pelo acelerador de partículas, e, com isso, adquirido um poder. Ele, então, encarnou seu alter-ego, Vibro, que tinha visões de algumas passagens do futuro, porém, na quinta temporada, ele resolveu abrir mão de seus poderes. O ator entretanto, falou recentemente que as consequências da decisão continuarão afetando o personagem.

Durante o crossover de Crise nas Infinitas Terras, o personagem até teve um vislumbre de seus poderes que foram embora novamente com a junção das terras. Cisco passou então a ajuda Barry e sua equipe de outra forma. “Não acho que ele se arrependa da decisão, mas acho que definitivamente o assombra”, disse Valdes durante o painel de The Flash na segunda parte do evento virtual DC FanDome.

Efeito cascata em The Flash

“Tipo, eu estou realmente me sentindo muito como Cisco hoje em dia, porque, podemos ter algum fã na rua que chegue falando ‘Yo, Vibro’. Eu tenho que imaginar que Cisco provavelmente ficaria ‘É… ok’. Mas foi uma grande decisão para ele. Sinto como se fosse o efeito cascata em termos do senso de identidade que ele tem, e vamos continuar vendo essas ondas durante a sétima temporada”.

Algumas dessas repercussões citadas pelo ator podem entrar em jogo quando os poderes de velocidade de Barry (Grant Gustin) acabarem. Foi estabelecido na sexta temporada que, como resultado da Crise, a Força de Velocidade estava morrendo e enquanto Barry tinha alguma velocidade restante, ele acabaria deixando-o impotente. Quando isso acontecer, e se a equipe não conseguir criar uma Força de Velocidade artificial a tempo, a Equipe Flash precisará de todos os meta-humanos que conseguir. A nova temporada de The Flash só vai ao ar em 2021.