The Flash: teoria envolvendo Batman, de Ben Affleck, alarma fãs

Arte conceitual do filme do Flash (Divulgação / DC)
Arte conceitual do filme do Flash (Divulgação / DC)

Uma teoria que surgiu na internet recentemente está aterrorizando os fãs do Batman que está atualmente no cânone da DC no cinema, vivido por Ben Affleck. Confirmado como mentor de Barry Allen (Ezra Miller) no filme solo do Flash, o herói pode morrer de forma definitiva. Todo o falatório começou quando o diretor Andy Muschietti ao anunciar a presença do personagem no longa durante o primeiro DC FanDome que aconteceu em agosto disse que Affleck “era a carga substancial e emocional” do longa.

Sabe-se muito pouco do filme até agora, já que ele nem começou a ser produzido, embora o roteiro tenha sido aprovado após inúmeras modificações. Segundo foi dado a entender nos eventos oficiais da empresa é que o novo traje do Flash será desenhado justamente por Bruce Wayne, mas a pergunta que fica é qual deles, já que o filme terá a presença tanto do Homem Morcego de Affleck, quanto o de Michael Keaton.

Entenda o Flashpoint em Flash

Nas histórias em quadrinhos, Barry volta no tempo numa tentativa de evitar a morte de sua mãe, Nora Allen, quando percebe que pode fazer isso, mas ao alterar uma parte de seu destino, ele acaba criando o Flashpoint (Ponto de Ignição), uma realidade em que tudo é diferente do que costumava ser. Aqui é que entram os fãs e suas teorias. Ao invés de tentar reverter a morte de sua mãe, o velocista escarlate pode querer na verdade, evitar a morte de Wayne, o amigo que o recrutou a entrar na Liga da Justiça, e tomar essa decisão no calor da emoção, e da perda.

Affleck disse anteriormente que não voltaria a interpretar Batman novamente, mas voltou atrás depois que a WarnerMedia resolveu lançar a Liga da Justiça de Zack Snyder no HBO Max, seu serviço de streaming, mas muitos estão enxergando esta como última oportunidade de vê-lo no papel, já que possivelmente a história do Flash fechará todas as pontas possivelmente colocando Keaton em seu lugar como um Batman mais velho, que apenas serve de treinador dos heróis mais novos, como Nick Fury na franquia Vingadores.