The Office teve um episódio que não sofreu alterações

Pam e Jim em The Office (Foto: Reprodução / NBC)

The Office foi uma série de grande sucesso, e como toda série, seus episódios passaram por diversas mudanças até chegar no resultado final que é transmitido para os espectador, contudo, dos 201 episódios, apenas um praticamente não sofreu modificações. O episódio em questão é Dinner Party, o 13º episódio da quarta temporada.

O roteirista Lee Eisenberg deu uma entrevista para a Rolling Stone dos Estados Unidos, onde explicou do episódio ser tido como “perfeito”. “Os autores receberam uma ligação no escritório para ouvir os comentários. Greg [Daniels], criador de The Office] atende, os executivos estão do outro lado. Só eles leram o roteiro até aquele momento, e eles dizem: ‘Isso está sombrio, muito sombrio.’ Greg diz ‘sim’. Uma pausa, e repete-se: ‘Está muito sombrio’, ‘sim, está mesmo’. E falam de novo. Aí ele pergunta ‘mais alguma coisa, gente?’ e ouve ‘uh… não’. Desligam, e foi isso. Sem mais comentários”, contou Eisenberg.

A co-autora do episódio Gene Stupnitsky também falou sobre Dinner Party. Ela contou que o elenco da série amou o episódio quando fizeram a leitura em conjunto. Stupnitskyc acrescentou:  “Poucas risadas. Pouco a pouco, começa a crescer, e nunca vivi isso antes. As risadas aumentam, aumentam, aumentam, aumentam. Lembro de suar na camiseta. Foi o melhor sentimento do mundo!”. Por conta da boa recepção do roteiro e dos poucos comentários, o enredo de Dinner Party praticamente ficou intacto. Ela finalizou: “A maioria dos roteiros é reescrita, e penso que esse foi o único nosso que não. A única mudança foi que, originalmente, Jan mata o cachorro do vizinho de propósito”.

Em Dinner Party tem outra história interessante, quando lançado foi um dos episódios mais odiados pelos fãs, recebendo diversas críticas. Mas com o tempo se tornou um dos mais aclamados, segundo o diretor Paul Feig: “O que aconteceu agora é que, depois de ver uma vez e saber o que está por vir, você pode realmente aproveitá-lo”.