The Walking Dead: Cena brutal de morte na finale foi planejada por Norman Reedus

Morte de Beta (Ryan Hurst) em The Walking Dead
Morte de Beta (Ryan Hurst) em The Walking Dead (Divulgação)

O final da décima temporada de The Walking Dead não foi exatamente como os fãs se acostumaram a ver os finais de temporadas da série, sempre repletos de personagens importantes morrendo, e extremamente sangrentos. Nenhum personagem favorito dos fãs morreu e a Guerra entre sobreviventes e sussurradores acabou de forma satisfatória para o grupo protagonista, muito devido ao esforço de um dos atores, Norman Reedus, que interpreta o Daryl. Em nova entrevista, um dos diretores da franquia, Greg Nicotero explicou que foi ideia de Reedus a forma como o principal vilão foi morto.

“Bem, essa foi uma grande morte para Daryl no episódio. Norman foi quem apresentou essa ideia. Norman disse: ‘Oh, eu só deveria aparecer com minhas duas facas e esfaqueá-lo nos olhos. Parte do arco da história é que Beta não pode morrer desses ferimentos de faca. As facas de Norman têm 30 centímetros de comprimento. Nós meio que justificamos em nossas cabeças que, porque ele esfaqueou direto para baixo, é como se as facas fossem para baixo, elas não voltam para seu cérebro, elas vão direto para baixo. Fizemos uma cabeça de boneco de Ryan com compartimentos. Então ele fez aquele tiro certeiro onde você vê as facas sendo puxadas”, disparou ele.

Com Alpha (Samantha Morton) morta, Beta (Ryan Hurst) assumiu o comando dos Sussurradores e seu rebanho. Sabendo que eles iriam para o esconderijo dos sobreviventes, levando consigo uma horda de zumbis, Daryl e os outros prepararam um truque, se infiltrando entre os mortos vivos, banhados com sangue para não serem percebidos. Beta percebe o truque, mas logo é confrontado por Daryl que o mata com uma facada em cada um dos olhos.

“Ryan queria muito que Beta continuasse a lutar depois disso. Norman tinha seus pensamentos e Angela [Kang] e Corey [Reed] tinham cenas muito específicas porque Norman estava tipo, ‘Sim, eu deveria apenas esfaqueá-lo e ele deveria morrer’. Achei a facada nos olhos uma ideia interessante e acredito que tenha sido do Norman. Precisávamos contar um momento que Beta meio que vem para a horda e se torna parte de tudo que ele tinha imaginado nos últimos episódios, que era que a horda estava meio que o guiando e era um destino estranho. Eu realmente achei que era uma maneira muito legal de resolver aquele personagem e dar um grande final à história de Beta”.