The Walking Dead poderá ter crossover estilo Crise nas Infinitas Terras

Fear the Walking Dead é exibida pela AMC nos Estados Unidos (Divulgação)
Fear the Walking Dead é exibida pela AMC nos Estados Unidos (Divulgação)

The Walking Dead marcou história como uma das séries de maior sucesso de todos os tempos na televisão. Com o tempo, a série virou franquia e deu espaço a dois derivados. Agora, Scott Gimple admite que gostaria de produzir um crossover estilo Crise nas Infinitas Terras dentro do universo TWD.

A série original, agora na sua décima temporada, e o spinoff Fear The Walking Dead já possuem ligação direta, com a transferência do personagem Morgan Jones, vivido por Lennie James, entre as produções. Em extensa entrevista com a revista Entertainment Weekly, Gimple revelou que a ideia de um crossover envolvendo as 3 produções já está sendo estudada.

Isso é algo com o qual temos brincado e pensando para o futuro, e o tempo é algo com o qual vamos mexer bastante nessa temporada de Fear. Mas é, quem sabe? Eu adoraria fazer algo como Crise nas Infinitas Terras. Isso seria super legal, mas é algo bem para adiante”, explicou.

A escolha de trabalhar histórias a longo prazo parece ser realmente a intenção da equipe responsável pelo universo TWD nos últimos tempos, algo que ficou especialmente evidente com a quinta temporada de FTWD, que no geral não agradou a maioria do público. O criador garante, entretanto, que tudo servirá para complementar os acontecimentos previstos para o sexto ano.

O que vem por aí

Fora isso, Scott também tem trabalhado ativamente no desenvolvimento de outros projetos paralelos ligados ao mesmo universo: “Nós queremos trabalhar com novos formatos de TV, ou seja coisas mais curtas, séries especiais e limitadas. Eu estou tentando trabalhar em coisas diferentes que possamos mostrar em períodos diferentes do ano, e que seriam focadas em personagens que amamos e que perdemos.

E mais: “O foco estaria em aspectos dessa nova mitologia, em histórias que acontecem no nosso universo e que não tem a ver com nada mais, nada a ver com as séries e filmes, que são apenas esses pequenos contos de zumbis, ótimas histórias de zumbis do fim do mundo”. Aos fãs, como sempre, só resta aguardar.

 

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.