Tilda Swinton recebe Leão de Ouro e faz homenagem a Chadwick Boseman

Tilda Swinton recebeu o Leão de Ouro das mãos de Cate Blanchett (Imagem: Reprodução)

Tilda Swinton foi agraciada com o Leão de Ouro em honra a carreira durante a 77ª edição do Festival Internacional de Veneza. A premiação deste ano, presidida pela atriz Cate Blanchett, acontece em um “formato restringido”, devido à pandemia de Covid-19, entre os dias 2 e 12 de setembro. 

Em seu discurso, a escocesa homenageou o ator recém-falecido Chadwick Boseman, estrela do filme Pantera Negra, que morreu na última sexta-feira (28), vítima de decorrências de um câncer de cólon, aos 43 anos. “Wakanda para sempre”, disse ela ao receber o prêmio.

Com máscara, Swinton se disse honrada e falou sobre a importância do Cinema em sua vida. “O cinema é meu lugar feliz, minha verdadeira pátria. Sua comunhão é a árvore genealógica do meu coração. Os nomes que constam da lista dos agraciados com esta homenagem, entretanto, são os nomes dos meus mestres. Eles são os mais velhos da minha tribo. Os poetas da língua que amo mais do que as outras”, 

De braços cruzados, em referência ao gesto Wakanda Forever, a artista ainda agradeceu ao Festival de Veneza. Em suas palavras, a britânica classificou o evento como o “festival de cinema mais venerável e majestoso da Terra, por perseverar em um ano impossível e lembrar que algumas coisas não vão a lugar nenhum.”

“Podemos continuar a contar com o estado cinema excelente, elástico, amplo, selvagem, vibrante, sem fronteiras e perpetuamente inclusivo”, acrescentou ela. “O tapete mágico ainda está voando e sempre será o melhor equipamento de proteção pessoal possível para a alma. Viva Veneza. Viva o Cinema. Wakanda para sempre. Nada além de amor”, completou, sendo ovacionada pela plateia.

Ela recebeu o “Leone d’Oro” ao lado de Ann Hui, atriz, diretora e produtora Hong-conguesa, um dos nomes de destaque do cinema de Hong Kong. Dona de uma carreira que concilia reflexão social ao entretenimento, Hui recebeu o prêmio aos 73 anos. Seu filme mais recente, “Our Time Will Come”, aborda a resistência da Ilha à ocupação Japonesa durante a Segunda Guerra.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.

ankara escort