Tom Hanks compara pandemia à guerra e lamenta estreia de Greyhound em streaming

Tom Hanks estrela Greyhound (Imagem: Divulgação)

Em entrevista a Frence Press, Tom Hanks comentou o lançamento de seu novo filme Greyhound ambientado na Segunda Guerra Mundial. O Covid-19 fez a estreia ser no Apple TV+, ao em vez das telas, para o lamento de Hanks, que comparou a doença a uma guerra.

“Ninguém sabe quanto tempo vai durar. Ninguém sabe quem vai morrer por ela (…). Não precisa ir muito longe para ver as correlações e as semelhanças com os anos de guerra”, afirmou ele sobre a pandemia do coronavírus.

O ator foi um dos primeiros em Hollywood a contrair a doença, que já vitimou 130 mil pessoas apenas nos Estados Unidos. Hanks compara a quarentena à situação enfrentada pelos marinheiros em seu filme. Em “Greyhound”, ele interpreta o comandante de um navio aliado cruzando o gélido atlântico norte sob a espreita de submarinos alemães, acompanhado por um destroyer americano e sem apoio aéreo.  Escrito, produzido e protagonizado por Hanks, o filme é uma inspiração direta do livro “The Good Shepard”, de C.S. Forester.

“Todos estamos desconsolados com o fato de que este filme não será projetado nos cinemas”, lamentou Hanks. “Mas com esta opção descartada, literalmente descartada, ficamos com esta realidade. Temos um filme pronto para estrear, que é oportuno por conta da covid-19”, ponderou.

“Esses caras no navio (…) tudo que podem fazer são o que se espera deles. E se espera alguma combinação de acaso e sorte”, equiparou Hanks, em uma entrevista coletiva virtual.

“Assim como Ernie Krause estava no meio do Oceano Atlântico, se perguntando quando, como e se iria sobreviver e fazer seu trabalho, todos estamos no meio da crise da covid-19, que foi cinco vezes maior do que antecipamos que seria”, apontou. “E não sabemos quando, como, nem se vamos sair dela, e quem nos acompanhará do outro lado”, completou.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.