Tom Hanks faz revelação surpreendente sobre verba em Forrest Gump

Tom Hanks em cena de Forrest Gump (Imagem: Reprodução)

Tom Hanks revelou que tirou dinheiro do próprio bolso para pagar algumas das cenas em Forrest Gump, produção que lhe garantiu o Oscar de melhor ator em 1995. Em uma atípica entrevista ao jornalista Graham Bensinger, que costuma entrevistar personalidades esportivas, o astro hollywoodiano revelou que custeou a cena de uma das corridas que Forrest faz pelos Estados Unidos, lá para metade final do filme.  

Antes que o ator desembolsasse a quantia, Robert Zemeckis bateu na porta dos executivos da Paramount que se negaram a financiar a cena ao julgarem muito cara, sua última opção foi Hanks: “E ele disse: ‘Bem, esta corrida vai custar X dólares. ‘E não foi barato. Eu disse: ‘OK’. Ele disse: ‘Você e eu vamos dividir esse valor e vamos devolvê-lo [à Paramount]. Vamos dar-lhe o dinheiro de volta, mas vocês [da Paramount] vão ter que dividir os lucros um pouco mais”.

Hanks ainda custeou o seguro de outra sequência que a Paramount não queria bancar. “Eu e Bob dissemos: ‘Nós cobriremos o seguro’. E nós gravamos”, lembrou. O “investimento” do ator se mostrou acertado: o filme rendeu 65 milhões de dólares no lançamento, o que em valores corrigidos equivaleria a cerca de US$ 100 milhões atuais. As decisões renderam a Hanks, no fim das contas, cerca de US $ 65 milhões devido ao sucesso do filme.

Por falar em Tom Hanks, recentemente, o ator testou positivo para o Covid-19, junto com a sua esposa, Rita Wilson, e em uma entrevista recente ao The Late Show, ele contou ao apresentador Stephen Colbert, que não soube como  contraiu a doença. “Não tínhamos ideia de como ou onde poderia ter acontecido”, disse ele.

“Demorou 8 o 9 dias para eu deixar de sentir os sintomas, mas meus ossos doíam, pareciam que eram feitos de biscoito, molhados com refrigerante. Era uma dor e um cansaço horríveis”, descreveu.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.