Tom Holland revela se aceita fazer nova versão de De Volta para o Futuro

Montagem de De Volta Para o Futuro com Tom Holland e Robert Downey Jr
Montagem de De Volta Para o Futuro com Tom Holland e Robert Downey Jr (Reprodução)

Certamente você já deve ter ouvido a expressão deepfake. Trata-se de uma tecnologia capaz de mudar os rostos das pessoas em vídeos. Enquanto aqui no Brasil, se faz todo o dia de paródia usando o rosto do presidente Jair Bolsonaro, nos Estados Unidos, a onda é fazer isso com os filmes. Diversos já foram feitos, e na última semana um em particular chamou a atenção nas redes sociais. Um vídeo mostrava o rosto dos amigos de MCU, Tom Holland e Robert Downey Jr. no lugar de Michael J. Fox e Christopher Lloyd em De Volta para o Futuro.

O que muitos fãs notaram inclusive, foi uma certa semelhança física entre Holland e Fox naquela época. E muita gente até brincou com a possibilidade de um remake com os dois atores no papel principal, já que essa é nova onda de Hollywood, mas isso não deve acontecer pois o astro de Homem-Aranha: Longe de Casa, descartou qualquer possibilidade em entrevista ao Entertainment Tonight.

“Se acontecesse uma nova versão eu não estaria interessando porque esse filme é simplesmente perfeito”, disse Holland, que ainda fez questão de explicar que a forma como construiu seu Peter Parker nos dois filmes do Spider, tem uma ligação direta com Marty McFly (Michael J. Fox), de De Volta para o Futuro, e outros personagens icônicos dos anos 80.

“[O diretor Jon Watts] nos deu um monte de vídeos, filmes antigos, para assistir antes de começar a filmar: A Garota de Rosa Shocking, Clube dos Cinco, Curtindo a Vida Adoidado e De Volta Para o Futuro. Meu objetivo era tentar ser o Marty McFly da nossa geração. Era esse o meu maior objetivo de todos os tempos, e tive a sorte de um jornalista dizer uma vez: ‘Oh, você é como Marty McFly neste filme’”, relatou.

O diretor de De Volta Para o Futuro, Robert Zemeckis, já declarou em 2015, quando o filme completou 30 anos, que jamais faria uma nova versão porque é terminantemente contra isso. “[Isso] não pode acontecer até eu e o co-roteirista Bob Gale estarmos mortos. Quero dizer, para mim, [um remake é] ultrajante. Especialmente porque é um bom filme. É como dizer ‘Vamos refazer o Cidadão Kane’. Que loucura, que loucura é essa? Por que alguém faria aquilo?”, desabafou na ocasião.

 

Comentários