Tom Cruise e Jennifer Connelly em “Top Gun: Maverick”. (Paramount/Skydance)

O astro Tom Cruise se tornou uma lenda por basicamente não usar dublês em cenas de ação, sequências perigosas, ou que envolvem pilotar carros, motos, e demais. Durante a promoção da sequência Top Gun: Maverick o ator revelou que exige o mesmo nível de compromisso dos demais membros do elenco.

Conhecido por se pendurar do lado de fora de um avião, aprender a pilotar um helicóptero de grande porte e realizar acrobacias mortais em cerca de 4 meses, além de dirigir motos de corrida em alta velocidade, tudo isso e muito mais aos 57 anos (!!), não é de se estranhar que Cruise quis manter o mesmo nível em “Maverick”. Em entrevista ao apresentador Conan O’Brien, ele afirmou que exigiu que os atores interpretando pilotos da Força Aérea Americana fossem capazes de pilotar os jatos F/A-18, assim como ele. Os atores passaram por diversos testes para garantir que seriam capazes de suportar a enorme força gravitacional que atinge o corpo humano durante o voo em altíssima velocidade. Por ocasião do lançamento mundial do trailer durante a Comic-Con, o ator reiterou que sempre faz de tudo para garantir a melhor e mais verdadeira experiência possível ao público, e que todas as cenas de vôo existentes no filme são reais. “Meu trabalho é entreter vocês“, declarou.

Clássico

34 anos depois, a sequência de “Top Gun” irá explorar como o estilo clássico de pilotar está se tornando obsoleto devido à tecnologia, e também temas como competição, família, sacrifício, heroísmo, e o amor à aviação. Val Kilmer reprisa seu papel do filme original, e é acompanhado por Jon Hamm, Ed Harris, Jennifer Connelly e Miles Teller. Top Gun: Maverick chega aos cinemas em junho de 2020

 

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui