Parasite (Imagem: Divulgação)
ANÚNCIO

O filme Parasita foi o grande vencedor do Oscar deste ano, e foi inclusive criticado pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. Durante uma campanha no Colorado na última semana, ele menosprezou a vitória do filme por ele ser um longa sul-coreano, e pediu que Hollywood voltasse a fazer bons filmes. “Quão ruins foram os prêmios da academia este ano?”, perguntou de cima do palanque.

“E o vencedor é … um filme da Coréia do Sul! O que diabos foi tudo isso? Já temos problemas suficientes com Coréia do Sul com comércio. Além disso, eles dão o melhor filme do ano para eles. Foi bom? Eu não sei. Vamos voltar com …E o Vento Levou, Crepúsculo dos Deuses… filmes bons de verdade. Eu pensei que era o melhor filme estrangeiro, certo? Melhor filme estrangeiro. Isso já aconteceu antes?”, disparou Trump.

Parasita, dirigido por Bong Joon Ho, é um thriller de comédia que conta a história de uma família de baixa renda, os Kims, que querem conseguir um emprego na casa de uma família rica, os Parks. Aparentemente, o filme serve como a declaração do seu idealizador sobre divisão de classes e desigualdade.

Antes de levar para casa os prêmios de Melhor Filme Internacional, Melhor Roteiro Original, Melhor Diretor e Melhor Filme no Oscar 2020, Parasita já havia recebido elogios generalizados. Ele ganhou o prêmio máximo em Cannes e quebrou vários recordes, incluindo se tornar o primeiro filme estrangeiro a ser homenageado como Melhor Filme no Oscar e fazer de Joon Ho que comparado a Walt Disney foi o indivíduo a receber o maior número de Oscar em uma noite.

Entre os grandes atributos de Parasita, está ainda a diversidade do elenco e da equipe, o que significou muito para os eleitores da Academia que há anos são acusados ​​pela falta de representatividade em suas escolhas de indicação. A hashtag #OscarsSoWhite flutua nas mídias sociais há muito tempo, eventualmente condenando a Academia a expandir seus membros para representar um grupo mais diversificado de criadores. Os comentários xenófobos do presidente implicam que um filme estrangeiro não deve ser elegível para o prêmio, mas essa é a sexta vez que um filme internacional concorre na categoria Melhor Filme.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui