Último diretor de Robin Williams faz revelações SURPREENDENTES sobre o ator

Robin Williams
Robin Williams nos bastidores de Uma Noite no Museu 3 (Imagem: Reprodução)

Shawn Levy, o último diretor a trabalhar com Robin Williams, afirma que ator, que morreu em agosto de 2014, estava “desmoronando” emocionalmente durante as gravações de Uma noite no Museu: Segredo da Tumba.

Levy chega a mencionar que o astro, então com 63 anos, encarava problemas para decorar as falas. Essas e outras revelações foram ditas em entrevista ao documentário Robin’s Wish, que estreia em setembro, nos Estados Unidos.

 “Com um mês de filmagem estava claro para todos nós naquele set, que algo estava acontecendo com Robin”, disse Levy, um dos destaques do trailer do documentário. “Robin estava lutando de uma maneira inédita para lembrar as falas e combinar as palavras certas com o desempenho”.

“Quando Robin me ligava às 10 da noite, às duas da manhã, às quatro da manhã, dizendo: ‘É utilizável? Alguma desta pode ser utilizada? Eu sou uma merda? O que está acontecendo?’, eu o tranquilizava. ‘Você ainda é você. Eu sei disso. O mundo sabe disso. Você só precisa se lembrar disso'”, relatou o cineasta.

Levy ainda completou: “Minha fé nele nunca foi embora, mas vi sua moral desmoronar. Eu vi um cara que não era ele mesmo e isso era imperdoável”, concluiu.

Nascido em Chicago, Illinois, Robin Williams foi encontrado morto em sua residência na Califórnia em agosto de 2014, sete meses após as gravações da parte final da trilogia Uma Noite no Museu se encerrarem. A causa da morte foi declarada como suicídio. O ator enfrentava a demência por corpos de Lewy, doença degenerativa que afeta funções cognitivas e motoras. Antes da morte Robin Williams nunca se pronunciou sobre a doença antes.

Dirigido por Tylor Norwood, a produção conta com a colaboração Susan Schneider Williams, viúva do ator. Robin’s Wish não tem previsão de estreia no Brasil.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.