Universal Pictures toma atitude chocante sobre remake Natal Sangrento

Natal Sangrento
Natal Sangrento (Imagem: Divulgação)

Filmes de terror e filmes com temática natalina são ótimos separadamente, mas será juntar as duas coias funciona? Essa é a premissa de Natal Sangrento, remake do longa de mesmo nome lançado em 1974. Infelizmente a Universal Pictures tomou uma decisão que pode atrapalhar os planos de muita gente.

Se você estava se programando para conferir Natal Sangrento nos cinemas a partir de 12 de dezembro, sentimos informar que a estreia foi cancelada pelo estúdio. O terror seguirá agora diretamente para home vídeo, ainda sem data divulgada. Também não foi explicado o motivo da decisão, que pode ter a ver com possíveis prejuízos financeiros temidos por parte da Universal.

Com direção de Sophia Takal, o (segundo) remake não segue exatamente os acontecimentos do original, sendo mais inspirado pelos sentimentos que Sophia experimentou ao assisti-lo. O filme de Bob Clark foca na casa de uma irmandade universitária que se torna alvo de ligações abusivas, com a comunidade investigando qual pode ser a fonte do problema, até que fazem descobertas horríveis.

Diferentes adaptações

Como já mencionado esse é o segundo reboot da trama, com o de 2006 mantendo um enredo similar e também expandindo o passado do culpado para explicar o que o motivou a cometer o crime. Em entrevista à Entertainment Weekly, Takal detalhou seu processo de criação e explicou com sua visão é diferente das anteriores.

Esse filme, mesmo sendo levemente baseado em Natal Sangrento, eu diria que o enredo é completamente diferente. É mais inspirado na ideia da misoginia que sempre esteve por aí e nunca conseguiu ser totalmente erradicada. Então esse foi o ponto de partida do qual eu criei a história. Eu o comparo à como o Luca Guadagnino refez Suspiria do que como um remake direto”.

O elenco conta com Imogen Poots, Cary Elwes, Aleyse Shannon, Brittany O’Grady e Lily Donoghue.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort