Val Kilmer conta que DESPREZOU filme antes de implorar por papel em sua sequência

Val Kilmer em Top Gun
Val Kilmer em Top Gun (Divulgação)

O astro do cinema Val Kilmer, responsável por viver uma das versões mais lembradas do Batman, também tem outro grande sucesso na carreira: Top Gun, filme de 1986. Mas o ator contou que não era seu desejo fazer parte do longa, e que foi praticamente coagido por seu agente na época. “Eu não queria. Eu não ligava para o filme. A história não tinha me interessado”, contou ele no livro I’m Your Huckleberry: A Memoir, uma espécie de biografia escrita pelo próprio.

Com a publicação já nas lojas, em uma das páginas, Kilmer, hoje com 60 anos, relata: “Meu agente, que também era representante de Tom Cruise basicamente me torturou para pelo menos conhecer Tony Scott, dizendo que ele era um dos diretores mais quentes da cidade”. Ele então foi até o local dos testes e mesmo sem vontade, fez sua parte “parecendo um tolo ou tonto”, continuou.

“Eu li as linhas de forma indiferente e surpreendentemente me disseram que eu tinha conseguido o papel. Eu me senti mais desanimado do que inflado. Tive que sair de lá”, revela ele que já nos testes interpretou Tom Kazanski, assim como no longa que estrelou ao lado de Cruise, a quem ele enxergou de forma peculiar naquela ocasião.

“Desde o primeiro dia, ele se concentrou a em um objetivo singular: tornar-se o maior herói de ação da história do cinema. Ele passava a noite aprendendo as falas, passava todas as horas acordado aperfeiçoando suas acrobacias. Sua dedicação foi admirável ”, escreveu ele. “Tom é um camarada que respeito e admiro, embora, sejamos criaturas de galáxias muito distantes umas das outras”. Mas como uma virada sensacional na história, Val Kilmer que tanto desprezou Top Gun, chegou para implorar que seu personagem voltasse na sequência do filme que deve chegar aos cinemas em 2021.

“Eu não apenas entraria em contato com os produtores, mas criaria cenas emocionantes com Iceman. Esqueça o fato de que 30 anos se passaram… eu lembrei como se fosse ontem. Cruise não poderia ter sido mais legal. E a próxima coisa que eu sabia é que estava de volta. Tom e eu retomamos de onde paramos”, escreveu ele. O livro ainda não ganhou uma tradução brasileira.

ankara escort