Vantagens legais ao utilizar plataformas de streaming com uma VPN

Hoje em dia, as plataformas de streaming se tornaram o formato preferido para assistirmos a todos os tipos de filmes e programas de TV, mas nem todo mundo está satisfeito com seu serviço por causa de algumas das restrições que bloqueiam o conteúdo com base no país e na região.

Então, se você não conseguir acessar algumas comédias de humor negro, programas de TV e Miniseries estreladas por Jonah Hill ou Maya Rudolph, pode obter uma VPN que funcione com Netflix e outras plataformas e será capaz de resolver esse problema. 

Conforme explicado pela melhor classificação de VPN, o principal motivo pelo qual os usuários da Netflix obtêm VPNs é contornar essas barreiras para obter o conteúdo que desejam. No entanto, as VPNs também trazem muito mais benefícios extras, como aumentar a velocidade de streaming, aumentar sua segurança e também manter a sua identidade oculta.

Imagine este cenário. Você teve um dia agitado, então está a caminho de casa para relaxar com um episódio de O Príncipe Dragão” da Netflix. Você se joga no sofá e liga o controle remoto, apenas para descobrir que o seu programa está sendo armazenado por um longo tempo ou pior, tem uma página de erro com a temida linha ‘Ops, algo deu errado …’. Nem sempre é muito claro por que isso acontece, mas o que pode ser a principal causa é um servidor congestionado. 

O streaming por meio de um servidor VPN localizado em um país ou região diferente pode resolver seu problema de streaming lento, pois não é muito difícil imaginar que alguns servidores de plataformas de streaming são mais solicitados do que outros, portanto, conectar-se a um servidor menos populoso deve melhorar sua experiência.

Segurança com a VPN

Quanto à segurança, o grande benefício das VPNs é que elas podem ocultar sua identidade online trocando o endereço IP do seu dispositivo com o endereço IP do servidor VPN. Assim, mesmo que os usuários infrinjam acidentalmente as políticas da plataforma de streaming em questão ou violem involuntariamente as leis de direitos autorais de um país (por exemplo, se uma lei foi adotada recentemente e o usuário ainda não sabe), o fato de que sua identidade online está oculta e todo o seu tráfego é seguro criptografado, o poupa de problemas potenciais.

A Netflix, por exemplo,  já não está em uma guerra com os serviços de VPN, e já é possível utilizar legamente ambos ao mesmo tempo. Mesmo assim, atualmente, poucos provedores de VPN conseguem oferecer uma velocidade suficientemente alta para transmitir em 4K. Consequentemente, a escolha de uma VPN adequada deve envolver alguma coleta de informações (por exemplo, sua compatibilidade com a Netflix e outros recursos relevantes). 

Imagem: Nico_, do Pixelbay

Entre as soluções que estão sendo desenvolvidas para permitir acesso regional irrestrito sem envolver VPNs estão certos aplicativos que usam tecnologias ponto a ponto, permitindo aos usuários transmitir conteúdo usando outros usuários localizados no mundo todo. Até agora, as plataformas de streaming disponiveis no Brasil estão bloqueando apenas endereços IP associados a servidores VPN (sem risco para o usuário) e é bastante improvável que o serviço faça o mesmo com os IPs de assinantes individuais. No entanto, isso não pode ser completamente descartado, especialmente se forem usadas tecnologias p2p, isso representa um alto risco para o usuário, pois até o acesso normal à plataforma seria bloqueado.

As plataformas mais conhecidas desencorajam o uso de VPNs com seu serviço, no entanto, não é ilegal usá-los. Portanto, se você está procurando por determinados programas que não estão disponíveis em sua região ou apenas deseja uma experiência de streaming mais suave, obter uma VPN é uma solução razoável e legal agora. Você pode ficar tranquilo sabendo que usar uma VPN não coloca você em risco de ter seu IP físico bloqueado, então sinta-se à vontade para experimentar e aproveitar.