O cineasta Taika Waititi, de Jojo Rabbit (Reprodução)
ANÚNCIO

Prêmio mais importante do cinema mundial, a versão de 2020 do Oscar teve sua cerimônia realizada na noite do último domingo, dia 9 de fevereiro. Um dos prêmios mais importantes é o de Melhor Roteiro Adaptado, que dessa vez foi vencido por Taika Waititi, diretor do sucesso Jojo Rabbit, que foi um dos longas citados nas indicações da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas. Chamou a atenção, no entanto, a forma como o cineasta recebeu o prêmio ganho por ele.

Ao subir no palco da premiação para pegar sua estatueta, o objeto mais desejado pelos profissionais de cinema, ele surpreendeu por não fazer muitos agradecimentos. Durante uma conversa exclusiva com a revista Variety, ele revelou que já havia avisado às pessoas à sua volta que elas não precisavam criar grandes expectativas para esse momento. “Se eu tiver que subir lá, eu não vou agradecer vocês. Por que eu deveria? Eu que escrevi tudo”, disse ele, aparentemente usando o tom de brincadeira.

Diretor reclama da Apple

Aproveitando o momento, Taika Waititi ainda reclamou da qualidade dos teclados que pertencem aos computadores comercializados pela Apple. Ele deixou bem claro que eles não o ajudaram muito enquanto o roteiro vencedor de Jojo Rabbit era escrito. “É impossível escrever neles. Eles ficaram piores. Me fazem querer voltar para o PC”, disparou ele, que demonstrou não se incomodar muito em ser sincero e dizer o que lhe vem à mente.

A produção conta com os atores Roman Griffin Davis, Thomasin McKenzie e Scarlett Johansson, esta última tendo sido indicada ao prêmio de Melhor Atriz Coadjuvante pela personagem na história. A trama se passa na Alemanha durante a Segunda Guerra Mundial e acompanha Jojo, um jovem nazista de apenas 10 anos que tem como melhor amigo imaginário o próprio Adolf Hitler.

Veja a publicação da Variety a respeito da conversa com o cineasta:

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui