Venom 2: Produtor fala da insegurança para retomar as filmagens

Venom
Venom (Imagem: Reprodução/Youtube)

Inúmeras produções tiveram suas gravações interrompidas por causa da pandemia do novo coronavírus. Com Venom: Tempo de Carnificina não foi diferente. No entanto, a retomada das gravações parece complicada, pelo que conta o produtor Dan Wilson. Em entrevista à Vanity Fair, ele revelou que tanto o elenco quanto a equipe se sentem inseguros.

“Ninguém quer entrar em um ambiente que seja arriscado e isso vale também para os membros da equipe. Não apenas os talentos. É todo mundo envolvido no set”, afirmou. O produtor acrescentou: “Há um nervosismo e isso é natural e compreensível. Nos planos que discutimos, eles certamente levaram isso em conta e veremos quando chegarmos lá, eu acho”.

O segundo filme já estava nos momentos finais das filmagens quando a produção teve que ser paralisada por causa da disseminação da COVID-19. Alguns países já estão flexibilizando as medidas de segurança e permitindo a retomada de gravações de diversas produções. No entanto, ainda não foi informado quando Venom 2 deve retomar os trabalhos no set.

Informações sobre a trama da sequência não foram reveladas. Além de Tom Hardy no papel do protagonista, o filme também conta com os retornos de Michelle Williams e Reid Scott. Introduzido na cena pós-créditos do primeiro longa, Cletus Kasady – o Carnificina, interpretado por Woody Harrelson, será o grande vilão do filme. Dirigida por Andy Serkis, com base no roteiro de Kelly Marcel, a produção ainda conta com Stephen Graham, em um papel ainda não revelado. E Naomie Harris está cotada para interpretar Shriek.

Venom: Tempo de Carnificina tem estreia marcada para 24 de junho de 2021 nos cinemas brasileiros.

Lançado em 2018, Venom contou com a direção de Ruben Fleischer (Caça aos Gangsteres) e o roteiro de Scott Rosenberg, Kelly Marcel e Jeff Pinkner. A trama é estrelada por Hardy, que assume o papel de Eddie Brock, um jornalista investigativo que acaba se transformando, acidentalmente, no anfitrião de um simbionte alienígena. Com um orçamento de US$ 100 milhões, o longa arrecadou US$ 856 milhões nas bilheterias mundiais.