Vin Diesel se envolve em BARRACO e verdade vem à tona

Vin Diesel
Vin Diesel (Imagem: Divulgação)

Nesta semana, Vin Diesel se envolveu em um barraco, depois que usou suas redes sociais furioso para soltar indiretas. E agora, aparentemente tudo foi esclarecido.

O astro de Velozes e Furiosos havia postado a seguinte afirmação: “Feliz domingo criativo, pessoal… me desculpe por não estar postando muito ultimamente, tenho tentado mitigar uma guerra entre a Universal Studios e o Sindicato de Preconceituosos da América.”, disparou.

Agora, a Universal soltou um comunicado onde fica explícito do que se trata esse barraco que tem rolado nos bastidores:

“Nosso objetivo ao lançar Trolls 2 via on demand era oferecer entretenimento a pessoas que estão abrigadas em casa, enquanto cinemas e outras formas de entretenimento externo não estão disponíveis. Com base na resposta entusiástica ao filme, acreditamos que fizemos o movimento certo. De fato, dada a escolha de não lançar Trolls 2, que não apenas impediria os consumidores de assistir ao filme, mas também impactaria negativamente nossos parceiros e funcionários, a decisão foi clara.”

“Nosso desejo sempre foi oferecer entretenimento de maneira eficiente ao maior público possível. Acreditamos absolutamente na experiência nos cinemas e não declaramos o contrário. Como dissemos anteriormente, daqui para frente, esperamos lançar filmes futuros diretamente para os cinemas, bem como no video on demand quando esse canal de distribuição fizer sentido. Esperamos ter conversas privadas adicionais com nossos parceiros de exibição, mas estamos desapontados com a tentativa da AMC e da NATO de confundir nossa posição e nossas ações.”, adicionou o porta voz da empresa sobre o contratempo.

Recentemente, Diesel esteve em outra polêmica ao se posicionar contra o adiamento do nono filme de Velozes, que apesar do que ele disse ficou para o ano que vem: “Deixe-me colocar desta maneira: Bloodshot no final do dia é um soldado e um soldado não decide nem escolhe quando ou onde está implantado. Precisamos de filmes agora mais do que nunca. Já estamos em um momento muito interessante em que o cinema e a experiência cinematográfica estão tão ameaçados. Então, sim, grave isso, nós vamos aparecer sim”.

Jornalista especializado em entretenimento, consumista de streaming e cinemaníaco de carteirinha.