Viúva Negra: Scarlett Johansson faz promessa sobre o filme

Scarlett Johansson é a Viúva Negra (Imagem: Divulgação/ Marvel Studios)

Um dos filmes mais aguardados da Marvel, Viúva Negra deveria ter chegado nos cinemas no final de abril. No entanto, devido a pandemia do coronavírus, os fãs deverão esperar um pouco mais para assistir ao filme solo de Natasha Romanoff. Com Scarlett Johansson mais uma vez no papel da heroína que interpreta há dez anos, o longa tem estreia marcada para 29 de outubro no Brasil.

Diante das grandes expectativas, e depois de vários anos esperando, o público poderá acompanhar uma trama bem emocional. Pelo menos é o que afirma a intérprete da protagonista em nova entrevista. “Este filme oferece a oportunidade de algum tipo de cura e entendimento do porquê de Natasha decidir fazer esse sacrifício final em Vingadores: Ultimato”, disse [via ComicBook.com].

Johansson acredita que se tivesse sido lançado antes não traria esse tipo de exploração emocional. “Acho que não teríamos conseguido cortar isso tão profundamente naquela época. Provavelmente teria sido muito mais um suspense de espionagem direta que talvez fosse muito mais chamativo de um tipo diferente e apenas arranhasse a superfície do que fazemos neste filme”, compartilha.

A estrela continuou: “Não havia razão para fazer um filme independente da Viúva Negra, a menos que pudéssemos cavar fundo e sermos corajosos. Estou muito feliz com todo o trabalho que fizemos nos filmes da Marvel Studios. Eu senti que Vingadores: Ultimato era tão satisfatório, que eu queria ter certeza de que a Viúva Negra seria tão satisfatório, não apenas para os fãs, mas também para eu mesma, artística e criativamente, depois de uma década interpretando essa personagem. Este filme oferece a oportunidade de algum tipo de cura e entendimento sobre por que Natasha decide fazer o sacrifício final em Vingadores: Ultimato”.

Por fim, a atriz destaca que o filme mostrará “quem é Natasha” e “o que a leva” antes que chegue o final. “Não havia uma história em quadrinhos ou história específica que realmente quiséssemos adaptar. A Viúva Negra, como personagem, teve milhares de histórias diferentes ao longo dos anos, então não era óbvio o que faríamos. Tinha que parecer uma continuação de algo que já tínhamos começado e que já estávamos arranhando. Eu estava pensando de uma maneira muito pequena e específica, e [o produtor] Kevin Feige pensa dessa maneira realmente enorme e inesperada. A combinação dessas duas abordagens é o que você ganha no filme Viúva Negra. O gênio de Kevin Feige é que ele sempre pensa no que os fãs esperam”, explicou.

Dirigido por Cate Shortland e escrito por Jac Schaeffer e Ned Benson, o longa também conta com Florence Pugh no papel de Yelena Belova, David Harbour como Alexei Shostakov/ Guardião Vermelho, Rachel Weisz como Melina Vostokoff e O. T. Fagbenle como Rick Mason.

Viúva Negra tem lançamento previsto para 29 de outubro nos cinemas brasileiros.

Assista ao trailer: