Bomba! Warner Bros prepara novo Aquaman para substituir Jason Momoa

Aquaman
Cena de Jason Momoa em trailer do filme Aquaman (Reprodução/YouTube – Warner Bros. Pictures)

O Aquaman sempre foi o herói mais subestimado dos quadrinhos, além de ser zoado por ter a habilidade de falar com os peixes, ele é pouco lembrado por seus outros poderes, tanto que quando anunciaram que ele ganharia um filme solo muita gente torceu o nariz. Mas com James Wan na direção, e Jason Momoa reprisando seu papel como Arthur Curry, o longa arrecadou 1,1 bilhão de dólares, e garantiu uma sequência. 

Aquaman 2 ainda nem começou a ser filmado e já virou palco de uma guerra entre os fãs da franquia, e a estrela do primeiro longa, Amber Heard. Espectadores querem que ela esteja fora do filme depois de confessar que agrediu o ex-marido, o ator Johnny Depp. Além da petição, é possível que a Warner Bros esteja querendo substituir o personagem. 

De acordo com o site americano We Got This Covered, o estúdio quer fazer Aquaman 2, previsto para estrear no fim de 2022, e um Aquaman 3 para daqui alguns anos (acredita-se que em 2025), e depois disso, o herói das águas sairia do protagonismo para sempre. Mas como isso poderia funcionar?

Segundo o já citado veículo, Arthur seria coroado com o rei de Atlantida em Aquaman 3, e com inúmeras responsabilidades, perceberia que não pode mais conciliar sua vida de monarca com a de herói, e com isso passaria o manto para outro herói: Kaldur, conhecido como Aqualad em algumas histórias. 

Em Young Justice, animação da Warner (e disponível na Netflix Brasil) ele é levado para a liga dos heróis juvenis como protegido de Aquaman, e acaba liderando a equipe. Se os filmes seguirem essa linha, é possível que o público veja Momoa num papel de coadjuvante.  

Ele inclusive é a bola da vez dos boatos envolvendo novos projetos. Chegou a se cogitar que ele integraria o elenco da série The Brides, e até mesmo faria um continuação do filme Conan, o Bárbaro, que estrelou em 2011.