Projeto Gemini (Imagem: Divulgação)
ANÚNCIO

O longa estrelado por Will Smith, “Projeto Gemini“, chega aos cinemas brasileiros no próximo dia 10 de outubro. Com direção de Ang Lee (As Aventuras de Pi), o filme foi desenvolvido nos anos 1990, mas por falta de efeitos visuais suficientes, ele foi engavetado pela Disney.

Agora teremos a oportunidade de ver o que as novidades da tecnologia tiveram a capacidade de fazer. E para nos preparar para as aventuras vividas por Smith como Henry Brogan e seu clone, vamos ver mais um trailer desse tenso embate.

Assista Will x Will:

No elenco ainda veremos Mary Elizabeth Winstead (Premonição 3) como Danny Zakarweski, Clive Owen (Closer) como Clayton “Clay” Varris, Benedict Wong (One State of Play) como Baron, Douglas Hodge (Coringa) como Jack Willis, Linda Emond (Cabaret) como Janet Lassiter, e Theodora Miranne (Good Bones) interpretando Kitty.

No Rotten Tomatoes:

Parece que a história do assassino de elite, que enfrenta sua versão mais jovem, ainda não convenceu os críticos. No trailer há muita ação e chega a chamar muita atenção. Mas para quem já assistiu ao filme, a trama deixou a desejar, o que chega a ser, de certa forma, uma surpresa. Em dez avaliações no site Rotten Tomatoes, o longa alcançou apenas 20% de aprovação. Ainda é o começo, então vale a pena ficar de olho.

Algumas das críticas dizem:

“Um produto desconcertante nascida de uma ideia bizarra” – Ella Kemp, do IndieWire.

“É difícil se importar que um homem é uma cópia em carbono de outro quando nenhum dos parece humano” – Nicholas Barber, do TheWrap.

“O resultado é decepcionante, parece menos do que a soma dos talentos envolvidos, um roteiro fraco e uma trama fina de alto conceito apenas mantida unida por uma magia visual inteligente.” – Stephen Dalton, do Hollywood Reporter.

“‘Projeto Gemini’ é um caso no qual muito esforço resultou num filme de ação preguiçoso” – Peter Debruge, da Variety.

“Embora existam inúmeros esplendores técnicos a serem encontrados em ‘Projeto Gemini’, eles acabam mascarando um filme cercado por uma trama dolorosamente tola, diálogo desastroso e uma série de personagens desinteressantes e pouco elaborados.” – Doug Jamieson, do The Jam Report.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui