Will Smith estrelará filme sobre ex-escravo símbolo do movimento abolicionista norte-americano

Will Smith (Foto: Divulgação)

O site Deadline divulgou sobre o próximo filme de Antoine Fuqua, que será protagonizado por Will Smith. O filme leva o nome de Emancipation (Emancipação, em tradução livre) e é um thriller de ação com roteiro de William  N. Collage sobre a terrível fuga de Peter, um escravo que foi forçado a enganar seus caçadores de sangue frio através dos pântanos da Louisiana. Após um tortuosa viagem para o norte, Peter se juntou ao Exército da União.

A produção é baseada em um história real: quando Peter mostrou suas costas nuas durante um exame médico no exército, foram tiradas várias fotos das cicatrizes causadas por chicotes e que quase o levaram morte. Tais marcas foram feitas pelo proprietário de uma plantação onde Peter era escravo. A foto ganhou o nome de “the scourged back” (o açoitado, em tradução livre) e foi publicada pelo Independent em maio de 1863, a foto correu o mundo e mostrou a crueldade e a barbárie da escravidão na América. A imagem ajudou nas causas abolicionistas e levou muitos negros a se juntarem ao Exército da União.

Foto de Peter publicada em 1863 (Divulgação)
Foto de Peter publicada em 1863 (Divulgação)

Apesar do fundo histórico, Emancipation contará um cenas e ação e um núcleo emocional poderoso sobre a jornada de Peter para escapar de seus captores. O longa deve mostrar toda tensão,força e inteligência do protagonista da história que levou 10 dias para atravessar um pântano e despistar seus perseguidores. Além de Will Smith, o elenco contará com os atores James Lassiter e Jon Mone. A produção será através da Westbook Studios, além de contar com Joey McFarland, da McFarland Entertainment, e Todd Black, da Escape Artists. Fuqua está como produtor executivo sob sua bandeira Fuqua Films, ao lado de Cliff Roberts.

Emancipation deve começar suas gravações em 2021. No momento Antoine Fuqua está terminando o drama Infinite, e Will Smith está em processo de filmar Rei Richard, ambas as produções foram interrompidas devido à pandemia do Coronavírus.

Comentários