Zachary Quinto explica por que decidiu assumir homossexualidade publicamente

Zachary Quinto está no filme Boys In The Band, nova atração da Netflix, baseada numa peça de 1968, e que foi remontada em 2018 na Broadway, onde o próprio interpreta o mesmo personagem do longa. A história gira em torno de amigos gays no final da década de 60 que se reúnem para comemorarem um aniversário, e nisso colocarem todo os seus diversos sentimentos para fora, já que ali entre os seus era o único lugar em que eles poderiam se sentir seguros. Na época em que a peça foi encenada há 52 anos, os produtores pediram aos atores, que não se assumissem gays, pois isso poderia arruinar suas carreiras, e Quinto que começou a atuar nos anos 90 ainda sentiu esse estigma, e explicou agora à revista Variety o que o fez assumir sua homossexualidade publicamente em 2011.

“Isso foi em uma época em que muitos jovens gays estavam se matando em todo o país por causa do bullying. Houve uma grande onda de suicídios de adolescentes”, diz ele. “Eu apenas senti que tinha uma obrigação neste momento. Tendo desfrutado de um certo nível de sucesso, eu senti que a hipocrisia era demais para eu aproveitar esta vida que eu havia criado para mim e não reconhecer minha identidade como um homem gay. Senti que estava prejudicando ativamente um grupo de jovens que poderia se beneficiar com a escolha de se assumir”.

Sua grande alegria agora é poder levar The Boys in The Band para um público mais amplo, e se disse ansioso para o que o público dirá sobre isso. “Eu estava pensando sobre isso outro dia – como estou animado por poder compartilhar essa história e nossa versão dessa história com um público tão amplo. Encontrei tantas pessoas desde que fizemos a peça, virtualmente ou pessoalmente, que disseram: ‘Estou tão decepcionado por não ter conseguido ir para Nova York’ ou ‘Não pude ver na Broadway.’ Poder levar essa história e amplificá-la ao redor do mundo agora é realmente emocionante”. O filme já está disponível na Netflix.