Zack Snyder perde a paciência com crítica ao trailer de sua Liga da Justiça e manda a real

Cena do trailer de Liga da Justiça de Zack Snyder (Reprodução / DC)
Cena do trailer de Liga da Justiça de Zack Snyder (Reprodução / DC)

No último fim de semana, o mundo conheceu o trailer da Liga da Justiça de Zack Snyder após meses de espera. Com pouco mais de dois minutos, as imagens mostraram cenas nunca antes vistas, com destaque para o Cyborg, personagem de Ray Fisher, e Flash, de Ezra Miller, mas o diretor não gostou nadinha ao receber uma crítica pública do crítico de cinema, e jornalista Scott Mendelson da revista estadunidense Forbes, que reclamou que não havia nada de novo no clipe divulgado ao som da música Hallelujah, de Leonard Cohen.

“Então o trailer da versão do Zack Snyder para Liga da Justiça parece… O mesmo filme de antes? Várias cenas deletadas presentes na campanha de marketing além de ângulos diferentes de cenas que já existiam”, disparou o profissional através de sua conta no Twitter.

Snyder então, respondeu a crítica, citando o fato de Mendelson ter feito o Tweet horas antes de o trailer oficial ter sido liberado, deixando claro que ele comentou a versão vazada e em baixa qualidade das cenas do filme.  “Você disse que gostou do corte de Liga da Justiça que chegou aos cinemas como você gosta dos desenhos animados da manhã de sábado… Bem, essa versão aqui é para adultos, então você não é do público-alvo. Aliás, muito legal você ter comentado o trailer vazado”, disparou ele, que anunciou que o filme contará com 4 horas de duração divididos em alguns episódios disponibilizados na HBO Max em 2021.

Durante o painel do Snyder Cut (que agora tem o nome oficial de Director’s Cut of Justice League) no sábado, 22 de agosto, Snyder disse que países que não possuem o serviço de streaming da WarnerMedia (como ainda é o caso do Brasil) não ficarão de fora, e uma forma de disponibilizar o projeto para estes países está sendo estudada.