Zazie Beetz em Deadpool 2 (Imagem: Divulgação)

Coringa” está em cartaz nos cinemas e conta com diversas críticas positivas, outras polêmicas e conta com uma recepção surpreendente. Apresentado no Festival de Veneza, onde ganhou o Leão de Ouro, o longa sobre o maior inimigo do Batman alcançou uma bilheteria muito significativa em sua estreia.

Lançado no Brasil no último dia 3 de outubro, o filme conseguiu em seu primeiro final de semana de exibição cerca de US$250 milhões em arrecadação ao redor do mundo. Um número bem maior que o esperado e contrariando todas as polêmicas. E falando nisso, a atriz Zazie Beetz, que dá a vida a Sophie, a vizinha de Arthur Fleck, comentou sobre o filme ser pesado.

Em entrevista ao The Hollywood Reporter ela explicou por que Coringa é diferente de Deadpool, filme que ela interpretou a heroína Dominó.

“Eu acho que eles são completamente diferentes em termos de produção e como foram feitos. Um é uma comédia de ação, e o outro é um drama psicológico. Então eu sinto que o quadrinho está presente nos dois, mas o tom é completamente diferente. Mas eu acho que isso é legal. Está cruzando gêneros, e não prescrevendo a ideia de que filmes de quadrinho precisam ser uma coisa só. Há muitos quadrinhos adultos e também neutros”, fala Beetz.

Sendo ambos recomendados para maiores de idade, é de se esperar que sejam produções cercadas de críticas e opiniões contrárias. “Enquanto Deadpool ainda é uma história para maiores, há uma juvenilidade nele que Coringa não tem. Eu acho ótimo fazer isso na arte e continuar quebrando expectativas, já que Deadpool é mais audacioso e sujo do que o que normalmente esperaríamos. Espero que o gênero continue explorando”, ela disse.

A atriz ainda comentou sobre o que achou quando recebeu o roteiro do novo filme e sobre as expectativas para a produção. “Eu recebi o script através da minha agência e eles disseram: ‘Existe um script do Coringa!’ Com o universo dos quadrinhos completamente explodindo, pensei que seria apenas mais uma iteração padrão. Depois, li o roteiro e fiquei imediatamente obcecada. Quando soube que Joaquin estava apegado, meus ouvidos e meu coração se animaram muito. Lendo o roteiro, fiquei completamente encantada. Dez páginas, eu sabia que tinha que fazer esse filme”, conta a atriz.

“Na verdade, eu me senti quase mais relaxado porque Joaquin ainda não havia se preparado para o papel. Então, ele liderou com ‘Estou muito nervoso’ e eu fiquei tipo ‘Graças a Deus – eu também’. Assim, poderíamos nos encontrar sobre isso e estávamos apenas brincando. Obviamente, sim, eu estava nervosa. Ele é um ator incrível, mas também é humano e muito empático”, explica a interprete de Sophie ao falar do momento em que se viu pela primeira vez fazendo a leitura do roteiro com Joaquin Phoenix.

Com direção de Todd Phillips, que também assina o roteiro ao lado de Scott Silver, “Coringa” conta com Joaquin Phoenix interpretando o protagonista Arthur Fleck, e ainda traz Robert De Niro, Zazie Beetz, Bill Camp, Frances Conroy, Douglas Hodge, Brett Cullen, Glenn Fleshler, Shea Whigham, Marc Maron e Josh Pais.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui