Zoe Saldana lembra polêmica sobre filme de Nina Simone e faz pedido inesperado

Zoe Saldana como Nina Simone (Imagem: Divulgação)

A atriz Zoe Saldana se disse arrependida de ter interpretado Nina Simone na cinebiografia da cantora. Lançado em 2016, Nina causou polêmica com o anúncio da escalação de Saldana, uma afro-latina de raízes dominicanas e haitianas, para o papel de Nina, uma afro-americana da Carolina do Norte e que possuía a pele mais escura que a atriz de 42 anos.

Arrependida, Saldana se explicou: “Nunca deveria ter interpretado Nina. Deveria ter feito tudo que podia para pressionar pela escalação de uma mulher negra para interpretar Nina, que era uma mulher negra excepcionalmente perfeita”, descreveu a artista.

A declaração foi feita durante a transmissão de uma live pelo Instagram com Steven Canals, criador da série Pose, com o tema de afro-latinidade e colorismo, discriminação que em tons de pele negra.

Durante as gravações a atriz fez uso de maquiagem para equiparar o tom da pele ao de Nina Simone, assim utilizou próteses dentárias para alargar o nariz. Apesar de ser negra, Saldana foi acusada de ter feito black face.

“Na época, eu achei que tinha permissão para interpretá-la, porque sou uma mulher negra. E sou mesmo. Mas estamos falando de Nina, e ela teve uma jornada que deveria ser honrada de forma específica… ela merecia melhor, e eu sinto muito, porque amo a música dela”, justificou.

Por fim, a atriz refletiu sobre a necessidade de trabalhos em Hollywood à altura da cantora: “Temos nos apropriado da arte de alguém como Nina Simone por muito tempo”, concluiu.

Os herdeiros da cantora chegaram a reforçar que Zoe não era a pessoa mais indicada para o papel. O nome de Viola Davis chegou a ser apontando como o ideal para assumir a personagem.

Lisa Simone Kelly, a filha de Nina Simone, no entanto, defendeu que a culpa não era da atriz, e sim, da diretora e roteirista Cynthia Mort. “Ela [Zoë] claramente trouxe o melhor de si para o projeto e, infelizmente, está sendo atacada por algo que não é sua culpa, pois não é responsável pelas mentiras do roteiro”, afirmou na ocasião.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.