Narcos vs Zombies (Imagem: Divulgação/ Amazon)

A Amazon Prime Video tem uma boa novidade para os fãs de produções pós-apocalípticas, como conta a Variety. Um exército de zumbis percorrerá a fronteira entre Estados Unidos e México e trará muitos problemas para os traficantes. Pra muitas pessoas, na verdade. Nacos vs Zombies, é a nova série da Amazon que será lançada em 2020. São oito episódios de uma mistura de ficção cientifica, horror e ação, que ficarão disponíveis em vários países do mundo.

A produção mexicana foi criada e escrita por Nicolas Entel (Pecados do Mi Padre) e Miguel Tejada Flores (Screamers), e conta com Rigoberto Castañeda (Diablero, Hasta Que Te Conocí) na direção. O elenco conta com Sergio Peris-Mencheta (Rambo: Até o Fim), Fátima Molina (Falco), Horacio García Rojas (Narcos: México), Nery Arredondo (Vuelven) e Adria Morales (La Reina Soy Yo).

A trama acompanha a história de Alonso Marroquín (Peris-Mencheta), um lendário chefão no narcotráfico, que depois de fugir de uma prisão de alta segurança junto com o seu filho Lucas (Arredondo), encontra refúgio em Paradiso, um centro de reabilitação.

Paralelo a isso há o surgimento de um perigo eminente, soldados feridos que participavam de um experimento acabam sendo deixados perto da fronteira e acabam se transformando em zumbis. Os morto-vivos acabam infectando uma equipe da SWAT mexicana. O exército de zumbis é uma grande ameaça para a humanidade e cabe ao exército dos Estados Unidos acabar com ela.

“Estamos sempre buscando trazer novo tipos de conteúdo premium para nossos membros Prime, portanto, estamos muito empolgados com esta nova e inovadora série que certamente será amada por fãs de vários gêneros”, disse em comunicado Javier Szerman, diretor de originais do México do Amazon Prime Video. “A história de ‘Narcos vs Zombies’ é algo que não foi feito nessa escala na América Latina”, acrescentou.

A nova série de zumbis é produzida pela Dynamo e pela Red Creek Productions. “A série é muito divertida, cheia de ação e apresenta efeitos visuais incríveis, mas provavelmente também irritará algumas penas, pois lida com vários assuntos atuais importantes – e controversos”, anunciou Entel, sócio fundador da Red Creek e showrunner da série. Já Andrés Calderón, CEO da Dynamo, falou: “O nível de complexidade na produção desta série, somado à mistura de gêneros, trará ao público uma história que nunca havia visto antes.”

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui