5 personagens de séries que fariam bem em usar apps anti-namoro

Não existe maneira mais conveniente de conhecer possíveis parceiros românticos do que os aplicativos para smartphones. No mundo das séries, alguns personagens fariam bem em usar anti-namoro!

A ficção tem como um dos seus objetivos refletir experiências humanas reais. A partir do que assistimos em uma novela, série ou filme, somos capazes de refletir sobre ocorrências de nossas vidas ou aprender sobre realidades completamente distintas. Isso, é claro, inclui relacionamentos.

Assim como na vida real, relacionamentos na ficção são complicados. O drama pertinente a eles faz parte do que os torna tão interessantes de serem acompanhados, mas deve existir um equilíbrio. Quando o personagem de uma série não parece ter sorte no amor, as coisas ficam meio repetitivas.

Foto de Marques Kaspbrak por Unsplash

Uma solução na vida real, e a qual pode ser utilizada na ficção, são os aplicativos. Ao mesmo tempo em que eles podem servir para apresentar novos interesses românticos em potencial, também existe a possibilidade de usá-los para superar um término ou fazer novas amizades com objetivos platônicos.

Relacionamentos modernos e os aplicativos

Quando falamos sobre relacionamentos e aplicativos, podemos dividi-los em algumas categorias. Duas das principais são os apps de namoro e os apps anti-namoro. Apesar de os nomes sugerirem oposição, na verdade a diferença está em seus propósitos: relações românticas e conexões 100% platônicas.

No caso dos apps anti-namoro, a ExpressVPN explica que eles servem tanto para auxiliar pessoas após o término de uma relação (vendendo itens, estabelecendo redes de apoio etc) quanto para aqueles que buscam fazer novos amigos, sem o objetivo de que a relação evolua para algo romântico e físico.

Apps de relacionamento já são frequentes em algumas séries de streaming e filmes, mas e quanto aos apps anti-namoro? Existem personagens que se beneficiariam do seu uso? Pensando nessa pergunta, nós separamos uma lista com 5 figuras das séries que combinariam com narrativas dessa natureza.

5 personagens que deveriam usar apps anti-namoro

1 – Rachel Berry (Glee)

A protagonista de Glee é uma personagem definitivamente complicada, com múltiplos conflitos amorosos durante as 6 temporadas da série. Embora tenha eventualmente se casado com um de seus primeiros rivais, apps-anti namoro poderiam tê-la ajudado a evitar vários problemas românticos.

2 – Devi Vishwakumar (Eu Nunca…)

Devi é uma adolescente, de modo que aplicativos de namoro ainda não são indicados para ela, mas apps anti-namoro voltados a relações de amizade podem ser uma saída interessante. Com um foco diferente da busca por um namorado, talvez Devi tivesse tido uma adolescência mais tranquila.

3 – Moe (Os Simpsons)

Um eterno solitário, o dono do bar favorito de Homer Simpson nunca teve muita sorte no amor, um plot recorrente em suas aparições no seriado. Para Moe, a solidão poderia ser suprida por apps de relacionamento ou por aqueles voltados a fazer amigos e desenvolver conexões platônicas mútuas.

4 – Lilly Rush (Arquivo Morto)

A detetive Lilly Rush, protagonista da série Arquivo Morto, nunca teve muita sorte com os relacionamentos. Dedicada à profissão, ela sente dificuldade em deixar um de seus únicos namorados, o que gera muita dor. Apps anti-namoro poderiam auxiliá-la a superar melhor o término da relação.

5 – Fiona Gallagher (Shameless)

É difícil ter um relacionamento estável quando a sua vida familiar é disfuncional e caótica. É exatamente esse o dilema vivido por Fiona Gallagher, uma jovem adulta que serve como figura materna para seus irmãos. Talvez toda a ajuda que Fiona precisava estivesse em apps para celulares.

Esquecemos de algum personagem que também poderia se beneficiar de apps anti-namoro? Nós decidimos nos focar no mundo das séries, mas realidades muito semelhantes podem ser encontradas em novelas, filmes e outros tipos de mídias audiovisuais. No fim das contas, todos buscamos conexões.

Veja mais ›