Eliminado no No Limite, Bill brinca sobre qual seu próximo reality

Arcrebiano, em No Limite (Reprodução/Globoplay)
Arcrebiano, em No Limite (Reprodução/Globoplay)

Arcrebiano, o famoso Bill, foi o eliminado de No Limite desta segunda-feira (7), após não aguentar a pressão por motivos de fome no reality show de sobrevivência. Logo depois que a edição foi ao ar, o ex-BBB foi a sua conta oficial do Twitter falar sobre suas próximas metas.

“Spoiler: o próximo reality é o The Voice #No Limite”, brincou o modelo, que também foi um dos eliminados do BBB 21.”

No bate papo do Eliminado, apresentado por Ana Clara, Bill foi perguntado sobre a experiência de vivência mais um reality:

“Foi a coisa mais estrondosa da minha vida. Todos esses episódios está sendo bacana de ver, mas esse foi o mais tenso, o mais difícil pra mim. Porque esse programa eu já sabia que ia ser uma barreira gigantesca pra mim, bem complicado. Já entrei sabendo o que eu ia passar lá, mas consegui me superar um pouquinho em várias coisas lá dentro.Sempre deixei claro que não é força, não é físico, não é ser forte. Deixei bem claro que é o psicológico. Se isso te abalar lá dentro, acaba que você pode abalar o time todo. Como eu vi que meu time estava muito bem, eu falei pra galera que, caso fosse preciso, poderiam votar em mim porque não tinha opção ali. A cabeça é quem manda ali. Você pode pegar os No Limite do passado, a mulherada que ganhou. Elas são muito fortes.”, afirmou o capixaba.

Questionado sobre o que foi mais difícil de conviver dentro do reality, o crossfiteiro respondeu que o seu grande adversário foi a comida:

“Primeiro de tudo a comida. Fiquei bem espantado no começo. Teve aquela situação da chuva, no começo, foi uma coisa que a galera ficou bem unida no começo e foi um ponto positivo pra gente. A gente ficou bem agarrado ali e continuou firme e forte. Naquele primeiro instante eu fiquei bastante assustado, não vou mentir”

“Veio chuva, a gente estava perdendo prova, dormindo no chão, aquela lama, bicho… eu já fiquei preocupado. Mas vou bater na mesma tecla: o mais difícil foi a comida. Se a gente não tiver com o psicológico bem blindado no quesito alimentação… não que eu como direitinho aqui fora. Às vezes pulo uma refeição, mas eu tenho um índice calórico muito alto. Sempre sou acompanhado por um nutricionista e tenho as calorias certas pra jogar por dentro. Quando me convidaram eu sabia que seria um barril gigante que teria que carregar lá dentro, mas eu fiquei muito feliz.”, desabafou o modelo

Paulo Afonso
Comunicólogo balzaquiano, paulistano, e com experiência vasta nesse mundo virtual. Adorador de séries, filmes, quadrinhos, e tudo o que envolve a cultura pop.
Veja mais ›