Ex-BBB P. A. fecha contrato com importante agência de modelo

O velocista Paulo André, ex-participante do BBB 2022, acaba de assinar contrato com a Way Model, agência de modelos responsável por cuidar de diversos artistas brasileiros como Sasha Meneghel, Alessandra Ambrósio e Carol Trentini.

Destaque dentro do BBB 22 desde que foi anunciado, Paulo chamou atenção por sua beleza escultural e seu jeito divertido. Nas redes sociais constantemente internautas falavam sobre seu visual e torciam para que ele chegasse no ramo da moda.

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

“Fiquei impressionado com a beleza dele. Depois que o conheci um pouco mais no BBB, só aumentou a minha vontade em trabalhar com ele, pois vi a personalidade maravilhosa que ele tem. O PA, para mim, pode ser atleta, um supermodelo, e tudo que ele quiser. Nosso trabalho será para fortalecer isso para o mercado nacional e internacional”, afirmou Anderson Baumgartner, diretor da agência para o Gshow.

Em seu perfil do Instagram P.A divulgou uma série de fotos de seu primeiro ensaio como modelo e já foi recebido com uma chuva de comentários elogiosos. “Como dizia Gustavo: quem não pegaria o P.A NÉ“, relembrou um seguidor sobre uma fala do ex-BBB Gustavo Marsengo.

“Misericórdia, q homem eh esse”, “Coloquem o PA numa novela tbm na aguento mais fica sem esse homem na minha TV 😍😍”, “Gente eu não sei nem oq comentar”, disseram outros fãs do esportista.

P.A sofreu com comentário problemático

Há alguns dias Paulo André foi destaque na mídia após ser alvo de um comentário considerado problemático do jornalista Felipeh Campos, do programa A Tarde é Sua, da Rede TV!. Na ocasião, o apresentador afirmou que o cabelo do esportista, que estava de tranças, parecia com cadarços.

Após ser chamado de racista nas redes sociais, o ex-participante de A Fazenda veio a público falar sobre o assunto e garantiu que não é uma pessoa racista, por ser candomblecista.

“Gente eu só vou dizer uma coisa pra vocês: eu cheguei no candomblé aos oito anos de idade, isso faz exatos 40 anos, que é a minha religião até hoje. Se vocês não sabem, o candomblé é de tudo, de tudo, é uma religião afrodescendente”, começou ele.

“Ou seja, toda a minha infância, minha adolescência, eu sempre convivi com homens, com mulheres pretas, enfim. Eu nunca tive problema com xenofobia, com homofobia, com seja lá o que for, com qualquer tipo de minoria. E eu deixei muito claro aqui ontem que eu gostei do cabelo black, como ele vinha no Big Brother Brasil, e deixei isso muito claro. Eu jamais iria ter um ato racista ou fazer algo do gênero, nunca, nunca! Eu não gostei e acho que cabe a mim não gostar”, argumentou.

 

O que você achou? Siga @siteentrete no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

MAIS LIDAS

Surenã Dias
Formado em jornalismo pela UNIME Salvador, possui passagem por rádio, jornal e trabalha com público de internet desde 2016. Atualmente tem focado em projetos de audiovisual, cultura pop e celebridades.
Veja mais ›