Luisa Sonza fala da vida amorosa após término com Vitão

publicidade

Luisa Sonza voltou a ganhar muito destaque nas redes sociais nas últimas semanas. Sempre alvo de muita polêmica, ela anunciou o término de seu relacionamento com o cantor Vitão. Em uma entrevista exclusiva concedida ao podcast ‘Pod Delas’, a famosa decidiu falar mais uma vez de sua vida pessoal. Ela comentou um pouco de sua vida amorosa e revelou que nunca levou um fora de ninguém.

Nunca tive problemas com essas coisas. Nunca levei fora, essas paradas aí. Mas é porque eu namorei quase que minha vida inteira. Tive um relacionamento de três anos, um de cinco (com Whindersson Nunes) e um agora de um (com o cantor Vitão). O de três anos foi no colégio, na minha cidade. Tem contato com as pessoas da minha cidade. Com ele também. A gente se fala direto”, comentou.

publicidade

SELECIONAMOS PARA VOCÊ

Whindersson Nunes

Embora evite falar o nome do ex-marido, o humorista Whindersson Nunes, Luisa Sonza contou que ficou famosa nas redes sociais depois que um vídeo em que um raio cai na sua frente viralizou. Foi dessa forma que ela conheceu o famoso.

“Foi por causa desse vídeo que a gente se conheceu. Foi em vídeo de coisa engraçada. Eu estava cantando e eu me assusto. Eu me assusto de verdade. Aí o vídeo deu uma viralizadinha. Tem noção? Caiu literalmente um raio na minha frente em Tuparendi”, disse ela.

A loira ainda contou que começou a cantar na infância em uma banda que tocava em casamentos. “Eu achei no Instagram um assessor que trabalhava numa empresa que tal pessoa estava lá. Eu ficava: ‘Por favor! Olha aqui meus covers! É legal! Eu canto desde os 7 anos’. Eu comentava nas redes de famosos: ‘Vejam o meu cover’. Não era tanto de famoso, famoso. Eram de pessoas de redes de covers, neste nicho”, disse.

Opiniões alheias

Em outro momento, Sonza comentou como lida com opiniões alheias. “Só faço as minhas coisas. Não ligo realmente para nada. Não fiz Doce 22 nem nada pensando além de fazer as minhas músicas. Sempre quis ser o tipo de artista que faz seu rolê e que é lembrada não daqui a três meses nem cinco anos, mas daqui a 50 anos. Mas eu só consigo fazer isso se eu fizer realmente o que eu quero muito”, disse ela, que finalizou dizendo que já foi atrapalhada pelos ataques que recebeu.

publicidade

“Qualquer coisa que eu faça ao vivo eu fico pensando: ‘As pessoas estão me xingando muito. A galera vai acabar comigo’. Eu faço acompanhamento psicológico. Precisa, né? Mas não tem como não ligar. Entendo que cada um entrega o que pode na vida. Se as pessoas estão me entregando isso, significa que elas também não estão bem. Aprendi a ter empatia com o outro que está me atacando“, finalizou a artista.

O que você achou? Siga @entreteoficial no Instagram para ver mais e deixar seu comentário clicando aqui.

Veja mais ›